Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, domingo, 22 de maio de 2022

Política

Prefeitura de Feira vai parar, se Câmara não aprovar Orçamento 2022

18 de Janeiro de 2022 | 12h 41
Ouvir a matéria:
Prefeitura de Feira vai parar, se Câmara não aprovar Orçamento 2022
Foto: Divulgação/PMFS

A Prefeitura Municipal de Feira de Santana (PMFS) encontra-se praticamente paralisada, em virtude de não ter sido aprovado, até agora, o Orçamento Municipal de 2022. É o que informa o prefeito Colbert Martins Filho, que, na manhã desta terça-feira (18), concedeu uma entrevista coletiva, por meio da Internet, junto a vários secretários de governo.

Foi um apelo ao presidente da Câmara, Fernando Torres (PSD), para que seja retomada a votação da LOA, suspensa no Poder Legislativo, após algumas tentativas de discussão em sessões extraordinárias. Oficialmente, a Câmara não pode iniciar o recesso legislativo enquanto não votar o Orçamento. Mas, na prática, a Casa encontra-se sem atividade desde o início do ano.

A seguir, os prejuízos para as diversas áreas dos serviços públicos municipais, relatados pelos secretários e dirigentes de fundações e autarquias:

 

CULTURA E ARTES

Não poderão ser realizadas as oficinas Arte de Viver (com 6 mil alunos), nem os festivais de música ou qualquer contratação de artistas e músicos para eventos.

 

HOSPITAL DA MULHER

Não vai poder ampliar o berçário, nem as cirurgias ginecológicas e de nódulos de mama. Também não será ampliado o Banco de Leite e a urgência e emergência da unidade de saúde.

 

ESTRADAS E PAVIMENTAÇÃO DE RUAS

Não ocorrerão novos investimentos em melhorias de pavimentação na cidade e de recuperação de estradas na zona rural.

 

FUNDOS DA CRIANÇA E IDOSOS; REPASSES PARA ENTIDADES FILANTRÓPICAS

Haverá prejuízos para os fundos do Idoso, da Criança e do Adolescente e da Assistência Social, bem como para a alimentação e abrigo das pessoas em situação de rua. Entidades como o Lar do Irmão Velho, Dispensário Santana, Afas e Apae, entre outras, ficarão prejudicadas com repasses de recursos pela  Prefeitura Municipal.

 

FESTEJOS E EVENTOS ESPORTIVOS

Eventos esportivos e artístico-culturais não poderão ser realizados, inclusive São João e Micareta.

 

REFORMA DE CASAS NA ZONA RURAL

O Programa Viver Melhor, que prevê melhorias em 200 residências na zona rural, está prejudicado.

 

OBRAS NA EDUCAÇÃO

Serão paralisadas 10 novas obras e a manutenção que está sendo feita em 110 escolas, além da construção da unidade de ensino cívico-militar. Cinquenta e um mil alunos sofrerão problemas com a merenda escolar e o transporte também será atingido.

 

CICLOVIA

O prefeito Colbert Martins iria assinar, hoje, a ordem de serviço para a construção da ciclovia da Avenida Noide Cerqueira, o que não poderá ocorrer.

 

VACINAÇÃO

Unidades de vacinação poderão sofrer redução.



Política LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje