Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, sexta, 17 de setembro de 2021

Economia

Programa de microcrédito estadual cresce 35%

25 de Agosto de 2015 | 09h 27
Programa de microcrédito estadual cresce 35%

O Programa de Microcrédito do Estado da Bahia (CrediBahia) teve desempenho recorde em 2015 e liberou R$ 37,5 milhões no primeiro semestre, um crescimento de 35% em relação ao mesmo período do ano passado. Foram no total 11.477 operações de financiamento aos empreendedores baianos. Com juros reduzidos, o objetivo do programa é incentivar as atividades produtivas e a geração de emprego e renda.

Atualmente o programa mantém postos de atendimento em 184 municípios baianos, sendo 50% na região semiárida. Os empreendedores interessados no CrediBahia devem procurar um posto de atendimento em sua cidade e conferir as melhores condições para o acesso ao crédito produtivo.

O acesso ao crédito orientado, com taxas a partir de 0,55% ao mês, permite ao empreendedor baiano fortalecer o negócio com a compra de máquinas e equipamentos, aquisição de estoque ou mesmo para garantir necessidades temporárias de caixa. O limite de crédito para investimento fixo ou capital de giro começa em até R$ 1,5 mil podendo ser renovado para até R$ 10 mil. O programa é operacionalizado no Estado pela Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), Desenbahia, Sebrae e prefeituras.

O presidente da Desenbahia, Otto Alencar Filho, destaca que o CrediBahia é uma iniciativa do Governo do Estado que visa fomentar as atividades econômicas da população de menor renda, por meio da ampliação e criação de formas de acesso ao crédito para esse segmento. “A metodologia baseia-se no relacionamento direto entre o agente de crédito e o empreendedor no local de sua atividade. Atuamos em duas modalidades, financiamento direto a microempreendedores e financiamento a instituições operadoras de microcrédito”.

Vantagens

As vantagens em obter o empréstimo com o CrediBahia são muitas, como explica a gerente de Microfinanças, Márcia Fonseca. “Desde a primeira operação, o empreendedor pode dividir o pagamento em até 12 vezes para investimento fixo e seis vezes para capital de giro. A Desenbahia disponibiliza o dinheiro na rede bancária através de crédito em conta ou saque da ordem de pagamento. Além disso, não cobra taxa de abertura de crédito, reduzindo os custos para o empreendedor. O valor do empréstimo aumenta a cada solicitação. O atendimento do CrediBahia é personalizado, no local de trabalho do cliente”.

Segundo Márcia Fonseca, além do crédito, o empreendedor que desejar aprender ou aperfeiçoar técnicas de gestão do negócio pode procurar o Sebrae, também pela internet, para conhecer as diversas soluções. “Nosso intuito é unir o crédito com a capacitação do empreendedor, a fim de potencializar os efeitos para o desenvolvimento do negócio”.



Economia LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje