Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quinta, 29 de fevereiro de 2024

Política

Presidente do PL é preso em flagrante durante operação da PF que apura tentativa de golpe

08 de Fevereiro de 2024 | 13h 07
Presidente do PL é preso em flagrante durante operação da PF que apura tentativa de golpe
Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Valdemar da Costa Neto, presidente do Partido Liberal (PL), legenda do ex-presidente Jair Bolsonaro, foi preso em flagrante, pela Polícia Federal (PF), na manhã desta quinta-feira (8), por porte ilegal de arma. A detenção ocorreu em meio ao cumprimento de um mandado judicial de busca e apreensão, expedido pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

O político, assim como militares e civis que integraram o governo do ex-presidente da República, é alvo de investigação no âmbito da Operação Tempus Veritatis, que apura a tentativa de golpe de Estado e abolição do Estado Democrático de Direito, perpetrada, entre 2022 e 2023, com o intuito de manter Bolsonaro, arbitrariamente, no poder.

A PF informou que estão sendo cumpridos 30 mandados de busca e apreensão, quatro mandados de prisão preventiva e 48 medidas cautelares diversas da prisão, que incluem a proibição de manter contato com os demais investigados, proibição de se ausentarem do país, com entrega dos passaportes e suspensão do exercício de funções públicas.Parte superior do formulário

A Procuradoria-Geral da República (PGR) recomendou a rejeição do pedido para que o passaporte de Valdemar Costa Neto fosse apreendido, assim como a vedação de contato com outros investigados.

A solicitação consta no aditamento enviado ao STF no dia 6 de fevereiro. Contudo, o ministro Alexandre de Moraes decidiu manter o pedido original da Polícia Federal, indo de encontro à solicitação da PGR.



Política LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

Charge do Borega

As mais lidas hoje