Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, domingo, 03 de maro de 2024

Brasil

Ação judicial busca 582 milhões de euros de empresa alemã por tragédia em Brumadinho

25 de Janeiro de 2024 | 15h 36
Ação judicial busca 582 milhões de euros de empresa alemã por tragédia em Brumadinho
Foto: Reprodução/Agência Brasil
Advogados representando mais de 1.400 requerentes estão pleiteando aproximadamente 582 milhões de euros em danos da empresa de inspeção alemã TÜV Süd, alegando seu suposto envolvimento no colapso da barragem em Brumadinho (MG). O rompimento da barragem de rejeitos, ocorrido em 25 de janeiro de 2019, resultou em cerca de 270 mortes, além de devastar florestas, rios e comunidades locais.

A TÜV Süd, cuja subsidiária brasileira certificou a barragem, nega qualquer responsabilidade legal pelo incidente. O Tribunal Regional de Munique será encarregado de decidir se a lei brasileira pode ser aplicada no processo, o que, segundo os autores da ação, facilitaria a responsabilização da empresa alemã, conforme destacado pela Reuters.

Os advogados da TÜV Süd atribuem a responsabilidade à Vale (VALE3), a operadora da barragem. Em resposta, a empresa alemã declarou por e-mail: "A responsabilidade da operadora da barragem foi legalmente definida no Brasil, e as partes afetadas estão sendo amplamente indenizadas... As queixas apresentadas pelos autores contra a TÜV Süd, portanto, não têm fundamento".
 
 
 
  
 
 


Brasil LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

Charge do Borega

As mais lidas hoje