Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, domingo, 03 de maro de 2024

Câmara Municipal

Após receber críticas, vereador desfere socos e ofende colega na Câmara Municipal de FSA

22 de Novembro de 2022 | 13h 35
Após receber críticas, vereador desfere socos e ofende colega na Câmara Municipal de FSA
Foto: Reprodução/Redes Sociais

O vereador Marcos Lima (DEM), que atua no Legislativo de Feira de Santana, foi agredido fisicamente e moralmente ofendido, na manhã desta terça-feira (22), no plenário da Câmara Municipal. Enquanto discursava a favor da suplementação orçamentária, solicitada pelo poder Executivo, o edil foi atacado por um colega, o também vereador Edvaldo Lima (MDB).

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra Marcos Lima, pouco antes do episódio de agressão, tecendo críticas a Edvaldo Lima, pelo fato de o mesmo se posicionar contrário à votação do projeto. “A suplementação está aqui para ser aprovada, mas, infelizmente, o vereador Edvaldo Lima já mostrou que é contra a aprovação. Isso é triste, porque não é o bolso dele, não é da família dele nem o salário dele que está atrasado”, diz a vítima.

Em seguida, é possível ver Edvaldo Lima partindo para cima de Marcos Lima, xingando-o e golpeando-o no rosto. O ataque foi contido pelo presidente da Câmara Municipal, o vereador Fernando Torres.

Ao Acorda Cidade, Marcos Lima disse que prestaria queixa na delegacia. “Na verdade, o vereador Edvaldo Lima me agrediu, na manhã de hoje. Eu estava discursando, pois pedi um aparte ao vereador Lulinha, e disse que nós não estávamos passando necessidade, mas o povo que estava sem receber os salários estava passando dificuldades. Estou até um pouco nervoso, ainda, porque nunca passei por uma situação como essa, de ser agredido assim, principalmente por uma pessoa que se diz pastor evangélico”, destacou.

Conforme a vítima, a conduta do colega não teve motivação. “Ele me deu, praticamente, um murro na cara. Os vídeos já estão rolando aí, nas redes sociais. E eu não fiz nada a ele, não denegri a imagem dele nem da família dele. E, de repente, ele veio para cima de mim, me xingando de tudo quanto é nome e me agrediu. Vou tomar minhas providências. Vou até a delegacia, prestar uma queixa, que é um direito meu como cidadão, até mesmo para que não aconteça com outras pessoas”, disse.

No entendimento de Marcos Lima, a situação na Câmara Municipal está sem controle. “Estamos vendo que, aqui, na Câmara que estão passando dos limites. Eu fui surpreendido, principalmente, por uma coisa dessa. E ele diz, aqui, que é pastor da Assembleia da Deus. E me agrede dessa maneira, não entendi. Estou muito decepcionado, até já chorei, hoje, mas é isso mesmo”, lamentou o edil.

Conforme o Acorda Cidade, apesar de o episódio ter sido gravado, Edvaldo Lima negou ter agredido o colega de bancada. “Não houve agressão. O que houve foi uma agressão contra minha família. O vereador Marcos Lima, que eu tenho respeito por ele, deveria, ou qualquer outro vereador, quando subir à tribuna ou pedir aparte, ter a objetividade de falar os projetos, discutir ideias, e não falar de família, e ele agrediu a minha família. Quem agride família, e eu entendo que isso é uma coisa sagrada, não tem o meu respeito”, alegou.

O parlamentar acusado disse, ainda, que Marcos Lima também o agrediu. “Eu fui de junto dele e disse a ele para respeitar minha família. Ele pegou o microfone e jogou em cima de mim, e eu devolvi o microfone a ele. Tem que provar que recebeu um soco dado pelo vereador Edvaldo Lima. Está filmado. A Casa é toda filmada. Os telefones de todos os comunicadores da imprensa estão todos ligados em cima dos vereadores. Olhem lá se eu dei um murro nele”, desafiou.

Segundo o site, esta não é a primeira vez que casos de agressão física e verbal ocorrem no plenário da Câmara Municipal de Feira de Santana. Recentemente, no dia 25 de outubro de 2022, os vereadores Pedro Cícero (Cidadania) e Luís Augusto, mais conhecido como Lulinha (DEM), também se envolveram em uma confusão. Os parlamentares trocaram socos no plenário, tendo sido contidos por colegas. 



Câmara Municipal LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

Charge do Borega

As mais lidas hoje