Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, terça, 05 de julho de 2022

César Oliveira

Lula se vangloria de ter libertado sequestradores do empresário Abílio Diniz

20 de Junho de 2022 | 22h 41
Ouvir a matéria:
Lula se vangloria de ter libertado sequestradores do empresário Abílio Diniz
Em discurso essa semana o ex-condenado Lula relatou que intercedeu junto ao presidente Fernando Henrique Cardoso (FHC) e ao Ministro da Justiça Renan Calheiros- sim, Renan, já foi ministro da Justiça nesse país- para libertar os sequestradores do empresário Abílio Diniz, da rede de supermercados Pão de Açúcar. Chega a ser inacreditável que o presidente FHC tenha aceitado a permuta de libertar os criminosos em troca do fim da greve de fome que os presos estavam fazendo.

Segundo Lula, “os meninos” apenas tinham cometido um erro – não um crime- embora não custe lembrar que um dos sequestradores, o chileno Sergio Urtubias, foi preso em 2020 acusado de matar o vigia do Banco Estado com um tiro. Os bandidos pediram US$ 30 milhões de resgate à família e o empresário contou em entrevista que ficou no cativeiro em um caixote onde não conseguia ficar em pé e precisava encostar o nariz em um cano para puxar o ar. Quando a polícia descobriu o cativeiro encontrou farto material do PT, mas todo envolvimento com o partido foi negado.

Agora, Lula, afirma sem o menor pudor que interviu diretamente para libertar o bando que cometeu o sequestro, dando pouca importância à vítima, à Justiça brasileira que condenou o grupo, e ao cidadão que não compactua com impunidade para um crime tão grave. É estarrecedor que ele revele publicamente um ato tão abjeto cometido em parceria com FHC e Renan Calheiros. 



César Oliveira LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

Charge do Borega

As mais lidas hoje