Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, terça, 18 de janeiro de 2022

Segurança

Agentes da PM suspeitos de envolvimento em sequestros são presos durante operação policial, na BA

26 de Novembro de 2021 | 11h 44
Ouvir a matéria:
Agentes da PM suspeitos de envolvimento em sequestros são presos durante operação policial, na BA
Foto: Divulgação/SSP-BA

Uma operação deflagrada pela Corregedoria da Polícia Militar (PM), na manhã desta sexta-feira (25), em Salvador e em municípios da Chapada Diamantina, culminou na prisão de policiais militares suspeitos de envolvimento em crime de sequestro seguido de extorsão.

Batizada de Vindicta, a ação contou com a parceria do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) para desarticular a quadrilha. A 13ª Coordenadoria Regional de Policia do Interior (Coorpin/Seabra), a 16ª Coorpin de Serrinha e a Coordenação de Operações Especiais (COE) também participam das buscas.

Conforme o G1, foram cumpridos mandados de prisão e de busca e apreensão. A Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), no entanto, não informou o número de mandados expedidos nem os nomes das cidades onde o grupo atuava. Também não há detalhes de quantos agentes de segurança foram detidos.

Na casa de um dos policiais envolvidos, situada no município de Seabra, foram encontradas armas, drogas e munições. O agente foi autuado por tráfico de drogas. Também pesa sobre ele a acusação de extorsão mediante sequestro. Aparelhos eletrônicos foram apreendidos no interior do imóvel. E serão utilizados nas investigações.

A SSP Informou que a quadrilha extorquiu cerca de R$ 200 mil de uma das vítimas, que foi mantida em um cativeiro localizado nas proximidades da residência de um dos policiais detidos.

Ainda segundo o G1, no início de novembro, outra operação do Draco resultou na prisão de um homem suspeito de integrar uma quadrilha de sequestradores, no bairro de Jardim Placaford, em Salvador. Ele resistiu à prisão e tentou fugir, mas foi alcançado pelos policiais.

Conforme a Polícia Civil, o suspeito tinha um mandado de prisão preventiva em aberto. A determinação foi cumprida por uma equipe da Coordenação de Extorsão Mediante Sequestro, do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco). A ordem judicial foi expedida pela 1ª Vara Crime da Comarca de Simões Filho, cidade que integra a Região Metropolitana de Salvador (RMS).



Segurança LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje