Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quinta, 02 de dezembro de 2021

Bahia

Manifestação pela realização do Carnaval acontece na Barra

21 de Novembro de 2021 | 11h 56
Ouvir a matéria:
Manifestação pela realização do Carnaval acontece na Barra
Manifestantes cobram realização do Carnaval em 2022 em manifestação no Farol da Barra, em Salvador - Foto: Matheus Simoni/TV Bahia

Um grupo de  profissionais que atuam no Carnaval de Salvador se reuniu na manhã deste domingo (21), no Farol da Barra, manifestando a favor da realização festa em 2022. Faixas e cartazes foram utilizados para dizer que a categoria está 'vacinada e pronta para trabalhar'. 

 

A manifestação vem em meio a muitas dúvidas sobre a realização ou não do evento, já que estado e município esperam uma melhora nos números da Covid-19 e aumento  de vacinados para que a folia seja viabilizada. 

 

À frente da organização do ato, Washington Paganelli, coordenador do Carnaval em 2022 pelo Conselho Municipal do Carnaval (COMCAR),  disse que a luta é é por um 'Carnaval Responsável'. Também estiveram presentes artistas, baianas de acarajé, empresários, ambulantes e interessados na realização do evento. 

 

Conforme divulgou o Portal G1,  pelo menos seis trios elétricos são utilizados na manifestação. De acordo com a Superintendência de Trânsito da cidade (Transalvador), um congestionamento foi gerado na Avenida Centenário e na Rua Afonso Celso. O órgão informou que a Rua Airosa Galvão será interditada.

 

Ao Bahia Notícias, Paganelli disse que um número grande de famílias dependem da realziação da folia e reforçou a importância da manifestação. "Movimento em prol da realização do carnaval e em prol da vida. Os ambulantes, os cordeiros, cabelereiros, costureiros, bares, hotéis, restaurantes e toda cadeia produtiva com mais de um milhão e duzentas mil pessoas", disse.

 

Ainda de acordo com o organizador, a festa, que movimenta mais  de um bilhão e meio de reais no estado, tem o poder de garantir renda para as famílias ao longo do ano. "Queremos um carnaval pela saúde e pela vida, porque a fome também mata. Vacina no braço e emprego no Carnaval porque o povo não consegue mais viver passando fome", disse.

FONTE: Bahia Notícias



Bahia LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje