Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, terça, 26 de outubro de 2021

Segurança

Suspeitos de roubos a bancos morrem após confronto com a polícia, na BR-324

12 de Outubro de 2021 | 09h 47
Ouvir a matéria:
Suspeitos de roubos a bancos morrem após confronto com a polícia, na BR-324
Foto: Divulgação/Polícia Civil

Dois suspeitos de roubos a bancos morreram, após confronto com a polícia, nesta segunda-feira (11), na BR-324. O embate aconteceu na altura do bairro Valéria, em Salvador. Segundo o G1, um policial acabou baleado, durante a ação. Ele passou por atendimento médico e segue estável.

A Polícia Civil informou que um dos suspeitos tinha um mandado de prisão em aberto, por roubo a banco. O homem era um dos alvos do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco). Ele foi apontado como principal responsável por diversos ataques a instituições financeiras ocorridos, em 2021, na Bahia. O comparsa dele, diz o G1, também foi alcançado por agentes do Draco e da Coordenação de Operações Especiais (COE).

Segundo o delegado José Bezerra Júnior, quando interceptada, a dupla planejava mais um ataque. Conforme as investigações, os homens articulavam a ação criminosa, no momento da abordagem. Ainda não há detalhes sobre a instituição bancária que seria o alvo.

A autoridade policial disse, ainda, que os agentes de segurança foram recebidos a tiros pelos suspeitos. Houve confronto e os dois acabaram baleados. Os homens chegaram a ser socorridos para uma unidade de saúde, mas não resistiram.

Conforme o G1, o delegado explicou que o líder do grupo tinha um papel relevante no planejamento dos ataques, bem como na articulação de crimes em outros estados. Para a polícia, o comparsa era o explosivista, ficando a seu encargo a instalação dos artefatos explosivos.

O grupo é investigado pela autoria de diversos ataques a agências bancárias no estado. De acordo com a polícia, eles executaram explosões nos bairros de São Caetano, Largo do Tanque, Cajazeiras, Itapuã e Pirajá, todos localizados na capital baiana. Além disso, o inquérito aponta que os homens foram os responsáveis por detonar um cofre em um posto de combustíveis, no município de Simões Filho, nesta segunda-feira (11).

Com a morte dos dois suspeitos e a prisão de um terceiro integrante de maior relevância, a polícia acredita ter desarticulado a organização criminosa. A data da prisão, no entanto, não foi divulgada.

Ainda segundo o G1, o Draco continua as diligências e levantamentos em campo, com o objetivo de localizar e prender outros suspeitos de envolvimentos com os crimes cometidos contra instituições financeiras.



Segurança LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje