Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, sexta, 17 de setembro de 2021

Educação

DIA D da campanha Busca Ativa Escolar mobiliza setores contra a evasão estudantil

23 de Julho de 2021 | 12h 11
DIA D da campanha Busca Ativa Escolar mobiliza setores contra a evasão estudantil
Foto: Divulgação

Com o objetivo de reaproximar estudantes da escola, sobretudo nesse momento, em que a crise sanitária provocada pela pandemia de Covid-19 obriga as instituições de ensino a adotarem outros formatos, diversas ações serão realizadas, esta semana, em Feira de Santana.

A programação, que teve início nesta quarta-feira (21), durante o chamado Dia D da campanha intitulada Busca Ativa Escolar, foi planejada pela Secretaria Municipal de Educação (Seduc), em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso).

Os órgãos articularam uma série de atividades, com o intuito de colocar em prática a estratégia idealizada pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) para reduzir os índices de evasão escolar, que cresceram, ainda mais, durante a pandemia de Covid-19.

A iniciativa, que conta com o apoio da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), ambiciona reintegrar o estudante que, por qualquer motivo, abandonou a escola ou não mantém nenhum tipo de contato com a instituição de ensino no qual está matriculado.

Endossada, no plano local, pela gestão municipal, a campanha, conforme a Seduc, se apresenta como uma estratégia para assegurar o cumprimento da legislação, uma vez que a educação é um direito fundamental estabelecido pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

O Dia D da Busca Ativa Escolar foi marcado por uma live, transmitida via Youtube, com representantes de cada secretaria envolvida no projeto. Os profissionais apresentaram os desafios e os casos exitosos da campanha, que teve início em dezembro de 2020. Participaram da transmissão a assistente social da Seduc, Carla Goes; a psicopedagoga da Sedeso, Thamile Mascarenhas; e a assistente social da SMS, Alyxi Veloso.

As profissionais apresentaram casos envolvendo crianças com depressão, em situações de trabalho infantil e de falta de documentação. Segundo a equipe, todos direcionados à rede de atendimento e com situações já encaminhadas para solução.

A ludicidade também fez parte do evento ao vivo, que está disponível no canal da Seduc no YouTube. O professor Raimundo Samyr, do Programa Música na Escola, cantou e tocou canções abordando a temática. "Brincar com as canções é um atrativo. A música é muito importante e vem agregar, pois trabalha o lúdico e o informativo, ao mesmo tempo", explicou.

MOBILIZAÇÃO - Ações educativas também foram realizadas, tanto nos postos de saúde quanto nas Unidades de Saúde da Família (USF). O trabalho contou com a colaboração das equipes locais e dos agentes comunitários de saúde da região. "Precisamos mobilizar pais, familiares, a comunidade em geral para combatermos o abandono e a evasão escolar. Essas ações são de extrema importância", disse a enfermeira Larissa Carneiro, da USF do bairro Feira IX.

As unidades do Centro de Referência da Assistência Social (Cras) e do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) também participaram do dia D. No Cras da Pampalona, território I, aconteceu uma roda de conversa sobre a importância de os estudantes matriculados frequentarem regularmente as escolas, mesmo que de forma remota.

A ação contou com a participação dos moradores, da equipe da unidade e de um funcionário da Escola Municipal Doutor Rubens de Carvalho. "Foi uma manhã bastante prazerosa e participativa. Ter esse canal direto de escuta com a comunidade é essencial para alcançarmos nossos objetivos", ressaltou Helena Carla, pedagoga técnica verificadora da unidade.



Educação LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje