Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, sábado, 22 de janeiro de 2022

Brasil

Ministério Público denuncia 35 PMs por ato grevista em que Cid Gomes foi baleado no Ceará

22 de Junho de 2021 | 14h 56
Ouvir a matéria:
Ministério Público denuncia 35 PMs por ato grevista em que Cid Gomes foi baleado no Ceará
Senador Cid Gomes é baleado durante motim de policiais militares no Ceará (Foto: Reprodução/ WhatsApp)

O Ministério Público do Ceará (MP-CE) denunciou 35 policiais militares por participação de ato grevista no Ceará que resultou em tiros disparados contra o senador Cid Gomes, em fevereiro de 2020. Dos denunciados, 33 são praças e dois são oficiais, com cargo de tenente-coronel.

Cid Gomes, irmão de Ciro Gomes, foi alvejado por um dos policiais após usar uma retroescavadeira para tentar entrar em um batalhão onde estavam os policiais amotinados em Sobral (CE).

FONTE: Bahia.ba



Brasil LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje