Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, segunda, 14 de junho de 2021

Câmara Municipal

Câmara Municipal instaura CPI da Cesta Básica para investigar suposta irregularidade na distribuição de alimentos pela Sedeso

06 de Maio de 2021 | 14h 57
Câmara Municipal instaura CPI da Cesta Básica para investigar suposta irregularidade na distribuição de alimentos pela Sedeso
Foto: Ascom/Câmara Municipal

A Câmara Municipal de Feira de Santana instaurou, nesta quinta-feira (06), a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Cesta Básica. Sob a presidência do vereador Emerson Minho (DC), com relatoria de Eremita Mota (PSDB) e tendo Silvio Dias (PT) como membro, a investigação visa apurar denúncias de supostas irregularidades na distribuição de alimentos (a finalidade teria sido eleitoreira) e venda de leite do programa de assistência social, pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso). A Comissão tem o prazo de 120 dias para elaborar o relatório final e concluir o trabalho.

Conforme a resolução, que foi promulgada ontem (05), a escolha dos integrantes se deu por indicação da Mesa Diretora, seguida da aprovação, por maioria, do plenário. Além dos titulares, os vereadores Paulão do Caldeirão (PSC) e Luiz da Feira (PROS) foram escolhidos como suplentes. 

AS DENÚNCIAS - Inicialmente trazidas pelo vereador Paulão do Caldeirão (PSC), as acusações sobre as supostas ilicitudes motivaram os parlamentares da Casa da Cidadania a instaurar a CPI. No requerimento 111/2021, os autores destacam que o radialista possui fotos da distribuição de alimentos por membros da Sedeso, pasta então administrada por Pablo Roberto, atual secretário Municipal de Agricultura.

O documento também cita uma matéria veiculada pelo Jornal Folha do Estado, em novembro de 2020, que traz a denúncia de que as cestas básicas não teriam passado nem pelo almoxarifado da Prefeitura nem pelo Centro de Referência de Assistência Social (Cras).



Câmara Municipal LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje