Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, domingo, 17 de outubro de 2021

Famosos

Corpo de Paulinho, vocalista do Roupa Nova, será cremado amanhã, no Rio

15 de Dezembro de 2020 | 17h 50
Corpo de Paulinho, vocalista do Roupa Nova, será cremado amanhã, no Rio
Foto: Reprodução/Facebook Roupa Nova

O corpo do cantor Paulo César Santos, vocalista e percussionista da banda Roupa Nova, que morreu, na noite desta segunda-feira (14), em decorrência de complicações desencadeadas pela Covid-19, será cremado, amanhã (16), às 16 horas, no Rio de Janeiro.

De acordo com o Uol, a assessoria do grupo informou que, para evitar aglomerações, o velório será restrito aos familiares do músico. “A banda agradece a todos os fãs, familiares, amigos e artistas pelo carinho que estão recebendo, certos de que a passagem do Paulinho foi/será de muita luz. Continuem mandando bons pensamentos para que ele tenha um descanso em paz”, diz a nota.

Paulinho tinha 68 anos e estava internado em um hospital da zona sul da capital carioca. Recentemente, o cantor fez um transplante de medula óssea, para tratar um linfoma, e ainda estava em recuperação quando contraiu a doença causada pelo novo coronavírus.

Nas redes sociais, fãs do grupo e uma série de artistas famosos lamentaram a morte do músico, que ingressou na carreira artística na década de 1970, com a banda Los Panchos Villa, com os companheiros Kiko e Ricardo Feghali, posteriormente, também integrantes do Roupa Nova. Depois, ele migrou para Os Famks, levando consigo o guitarrista Kiko.

Por mais de 40 anos, Paulinho integrou o conjunto Roupa Nova, que fundou junto com feghali, Kiko, Serginho Herval, Nando e Cleberson Horsth. Uma das vozes mais marcantes da banda, ele imprimiu, na memória nacional, sucessos como Volta pra mim, Whisky a Go-Go, Linda Demais, Meu Universo É Você e De volta pro futuro.



Famosos LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje