Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quinta, 06 de agosto de 2020

Saúde

HEC realiza Grupo Aconchego com acompanhantes

26 de outubro de 2015 | 11h 43
HEC realiza Grupo Aconchego com acompanhantes
As atividades são realizadas todas as quartas-feiras, quinzenalmente, pela equipe da UTI Neo e do BCI

Com o objetivo de promover orientações com diversos temas voltados aos cuidados dos recém-nascidos, às normas e rotinas da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTI Neo) e do Berçário (BCI), bem como o retorno para casa e os aspectos emocionais e cuidados com o próprio acompanhante, é realizado no Hospital Estadual da Criança (HEC) / Liga Álvaro Bahia Contra a Mortalidade Infantil (LABCMI) o “Grupo Aconchego”. 

As atividades são realizadas todas as quartas-feiras, quinzenalmente, pela equipe da UTI Neo e do BCI, público-alvo do projeto, e pelos Serviços de Psicologia, Terapia Ocupacional, Fonoaudiologia, Fisioterapia, Enfermagem, Nutrição e Medicina da unidade hospitalar. A média de participação é de 10 a 20 acompanhantes dos setores já citados, embora em alguns casos as mães das UTI's pediátricas também se interessem em fazer parte do grupo.

De acordo com a coordenadora da Equipe Multidisciplinar do HEC, psicóloga Lívia Caroline Leite, a proposta tem refletido bons resultados. “Durante os encontros promovemos discussões sobre os assuntos já citados e, também, proporcionamos momentos de integração e compartilhamento de experiências entre as acompanhantes”, frisa.

Rosana de Oliveira Ribeiro da Conceição, mãe do paciente de iniciais S. V. R. C., declara que se sente muito confortável e acolhida no grupo. “As meninas nos acolhem muito e as orientações que nos são passadas são sempre úteis. No último encontro que participei, por exemplo, falamos sobre higienização e controle de infecção. Depois da reunião, eu nunca mais sentei em locais errados e não entro mais de farda (roupa privativa da unidade) no banheiro, além de ter falado com as outras mães quando vejo que estão agindo de forma incorreta”, conta.



Saúde LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje