Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quarta, 23 de outubro de 2019

Geral

Passagem pode subir três vezes em 2015

Glauco Wanderley - 21 de fevereiro de 2015 | 08h 21

Já subiu de R$ 2,35 para R$ 2,70, vai a R$ 2,85 e em dezembro tem mais

Passagem pode subir três vezes em 2015
O preço de R$ 2,85 está determinado no contrato que começa a ser disputado na licitação de 16 de março

LEIA TAMBÉM:

Dez anos depois, 24 ônibus a mais
 
Frota aumentará se for preciso, diz secretário de Transportes
 
Castigo para quem fizer pagamento em dinheiro
 
 
Depois do congelamento que durou metade de 2013 e todo o ano de 2014, a passagem de ônibus deve subir três vezes em 2015. O primeiro aumento, em janeiro, elevou o preço de R$ 2,35 para R$ 2,70. Vai ocorrer novo aumento quando as empresas começarem a operar, porque o edital da licitação (prevista para 16 de março) para escolha das novas concessionárias prevê um valor mais alto como base do serviço: R$ 2,85. Em dezembro, está marcado o reajuste anual.

É o item 5.2 do Edital: “A tarifa de remuneração para a futura operação do sistema público de transporte é a fixada neste edital, no valor de R$ 2,85 (dois reais e oitenta e cinco centavos), a qual tem por data base o mês de dezembro de 2014. Portanto, para os fins e efeitos da presente licitação, Edital e Contrato, a data‐base dos reajustes será o mês de dezembro de cada ano”.

A justificativa oferecida para o preço mais alto é que o valor de R$ 2,85 “reflete a futura operação dos serviços licitados, incluindo frota mais moderna e menos poluente do que a atual, e implemento tecnológico na nova operação”, o que inclui o BRT, que vai requerer um controle online da operação, com uso de GPS, que permitirá ao usuário saber pelo celular o posicionamento do coletivo.

O início da operação do BRT também pode encarecer mais um pouco o serviço. Conforme o edital, quando ele entrar em funcionamento, vai ocorrer revisão tarifária “visando ajuste de custos à nova realidade operacional”.



Geral LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje