Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, terça, 07 de julho de 2020

Economia

Carnaval impulsiona economia baiana com R$ 1 bilhão

18 de fevereiro de 2015 | 08h 51

Neste ano, o movimento de turistas foi 30% maior

Carnaval impulsiona economia baiana com R$ 1 bilhão

A presença de cerca de 700 mil turistas na Bahia durante o Carnaval e a movimentação financeira na capital e no interior do estado impulsionam significativamente a economia no estado este ano. De acordo com o secretário estadual do Turismo, Nelson Pelegrino, "a movimentação financeira deve chegar a R$ 1 bilhão, sendo R$ 750 milhões somente em Salvador. Em 2015, o movimento de turistas é 30% maior que no ano passado”. 

A movimentação turística que fortalece a indústria do Carnaval gera cerca de 200 mil empregos diretos e indiretos em setores que elevam os níveis de profissionalismo para atender aos visitantes. "O Governo do Bahia investe de forma contínua na capacitação da mão de obra - do receptivo à camareira do hotel e ao ambulante-, a fim de oferecer bons serviços e motivar o turista a voltar outras vezes", explica o secretário. 

Ocupação hoteleira 

A taxa de ocupação dos hotéis chega a 95% nos estabelecimentos localizados nos três circuitos da festa (Dodô, Osmar e Batatinha) e 80% nos que ficam fora dos espaços da folia. Nos municípios do litoral norte, a ocupação está em torno de 95%, e em Porto Seguro, no sul da Bahia, de 90%.

Para Pelegrino, o Carnaval pode ser ainda mais valorizado em sua riqueza e diversidade cultural. “É uma festa que atende aos legítimos desejos de alegria e felicidade, o que não vai morrer nunca, mas pode ter aperfeiçoado o seu planejamento e organização, de maneira que a economia do turismo, o show business e a visibilidade positiva da Bahia sejam ainda mais fortalecidos”. 

"O Governo da Bahia tem contribuído decisivamente neste processo. Este ano, investiu R$ 75 milhões, assegurando ao público que participa da festa um forte esquema de segurança. Os recursos foram aplicados também no desfile de trios sem cordas com patrocínio de artistas que dão pluralidade musical e acesso ao folião pipoca. As ações do governo incluem ampla oferta de serviços públicos para o êxito da folia”, enfatizou o secretário.



Economia LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje