Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, segunda, 25 de outubro de 2021

Economia

Paralisação dos ônibus afeta vendas no comércio

25 de Agosto de 2015 | 08h 54
Paralisação dos ônibus afeta vendas no comércio
A suspensão do serviço de transporte coletivo em Feira de Santana tem provocado queda nas vendas do comércio. Desde o dia 16 de agosto, os feirenses que precisam se deslocar entre os bairros e para o centro da cidade enfrentam dificuldades, contando somente com veículos do transporte alternativo e mototaxistas.
 
De acordo com o gerente de uma ótica do centro da cidade, Ramon Islam, as vendas caíram em torno de 50%. Ele disse que ainda não sabe se terá como pagar todas as contas do mês, devido ao fraco movimento. “Vou pagar as contas e me contentar com o mínimo. Está muito difícil até para providenciar o aluguel da loja”, afirmou.
 
Proprietária de uma loja de confecções e material de limpeza, Márcia Silva da Conceição conta que enquanto o cliente não vem, organiza e tira a poeira da loja. Ela afirma que com a paralisação dos ônibus, este mês vendeu 50% menos que nos meses anteriores.
 
Já o comerciante Gerlânio Vieira Alves, mais conhecido com Dilson do DVD, dono de um box de produtos eletrônicos na Avenida Getúlio Vargas, acredita que a paralisação do transporte coletivo veio agravar ainda mais a situação do comércio de Feira de Santana, que já sente os efeitos da crise econômica do país.
 
“Com essa crise, o pessoal só vem para o comércio mesmo pra resolver alguma coisa importante. Os que vêm pra negociar são poucos, caiu muito. Nós estamos com a expectativa de a partir de quarta-feira voltarem os ônibus, porque caiu de 60 a 70% as vendas”, estimou, avaliando que infelizmente o número é muito alto.

FONTE: Acorda Cidade



Economia LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje