Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, tera, 28 de novembro de 2023

Geral

Metade dos servidores inativos do Município ainda não realizou a Prova de Vida

16 de Novembro de 2023 | 12h 02
Metade dos servidores inativos do Município ainda não realizou a Prova de Vida
Foto: Divulgação/PMFS

Até o momento, aproximadamente, apenas 50% dos servidores inativos vinculados ao Instituto de Previdência de Feira de Santana (IPFS) concluíram, com sucesso, a prova de vida. Isto significa que a outra metade dos aposentados e pensionistas do Município ainda precisa realizar o procedimento. A data limite é 20 de dezembro.

Segundo a Prefeitura, conforme ocorreu nos anos anteriores, a verificação está sendo conduzida por meio da validação facial pelo aplicativo MEU RPPS, disponível, gratuitamente, para dispositivos Android e iOS.

Após acessar a ferramenta, os servidores inativos devem anexar um documento de identificação com foto, a exemplo de RG ou Carteira Nacional de Habilitação (CNH), que precisa estar dentro do prazo de validade (10 anos), permitindo a autenticação da imagem.

É importante ressaltar que o procedimento não é automaticamente validado. Após seguir as etapas indicadas, os documentos passam por análise, incluindo o reconhecimento facial, em comparação com a base de dados. Uma vez validado o procedimento, o beneficiário receberá uma notificação por meio do aplicativo.

A presidente do Instituto de Previdência de Feira de Santana, Midiã Leite, observou que muitos beneficiários estão deixando para a última hora. "Estamos nos aproximando do prazo final da prova de vida. E notamos que muitos dos nossos beneficiários estão procrastinando. Esperávamos que a maioria deles já tivesse concluído, neste período", destacou. 

A gestora reforçou, ainda, a importância da prova de vida. "Realizamos a atualização dos nossos bancos de dados como forma de garantir que nenhum dos nossos beneficiários tenha seus pagamentos suspensos", concluiu.



Geral LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

Charge do Borega

As mais lidas hoje