Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, tera, 28 de novembro de 2023

Economia

Gás de cozinha sofre reajuste 1,8%, na Bahia

01 de Novembro de 2023 | 09h 47
Gás de cozinha sofre reajuste 1,8%, na Bahia
Foto: Governo Federal

O preço do gás de cozinha sofreu novo reajuste, na Bahia. A Acelen, empresa que administra a Refinaria de Mataripe, responsável pelo abastecimento no estado, o aumento do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) para as distribuidoras é de 1,8% e começa a valer nesta quarta-feira (1ª).

O anúncio foi feito ontem (31). O consumidor final arcará com um aumento que pode variar entre R$ 2 e R$ 3. Sendo assim, o botijão de 13 quilos deverá ser vendido a R$ 132, em média, segundo o Sindicato dos Revendedores de Gás do Estado (Sinrevgas).

De acordo com o g1 BA, a última mudança de valor ocorrida no estado foi no dia 10 de outubro, quando o botijão passou a custar R$ 2 a mais. E o preço já havia subido R$ 2,60, também em outubro.

O Sinrevgas informou que este é o sexto reajuste do ano. Além dos dois aumentos de outubro, houve reajustes na origem, que não incidiram sobre a distribuição, nos meses de fevereiro, março e setembro.

A Acelen justifica que os constantes aumentos se dão em função de critérios de mercado, que levam em consideração variáveis, a exemplo do custo do petróleo, adquirido a preços internacionais; da cotação do dólar; e do frete. Estes podem fazer os preços variarem para cima ou para baixo. 

Conforme o g1, a empresa ressaltou que possui uma política de preços transparente, amparada por critérios técnicos, em consonância com as práticas internacionais de mercado.

Cronologia do valor do gás para os distribuidores (2023):

 

- Janeiro R$ 6,70 - (redução)

- Fevereiro R$ 3,81 - (aumento)

- Março R$ 1,95 - (aumento)

- Abril - R$ 4,28 (redução)

- Abril - R$ 7,11 (aumento de imposto)

- Maio - R$ 5,31( redução)

- Junho - R$ 4,11( redução)

- Julho - R$ 2,89 (redução)

- Agosto - estabilidade

- Setembro - R$ 3,50 (aumento por dissídio coletivo da categoria)

- Outubro - R$ 2,60 (aumento)

- Outubro - R$ 2 (aumento)

- Outubro – R$ 2 a R$ 3 (aumento)



Economia LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

Charge do Borega

As mais lidas hoje