Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, segunda, 08 de agosto de 2022

César Oliveira

Gustavo Lima e você

01 de Junho de 2022 | 13h 11
Ouvir a matéria:
Gustavo Lima e você
  1. A opção política do cantor Gustavo Lima em apoiar Bolsonaro é insignificante, afinal, é um direito democrático. Os valores que cobra por suas apresentações não é relevante, pois é um direito dele pedir o valor que desejar, seja R$ 800 mil ou R$1,2 milhão, como cobrou em Minas Gerais. Aliás, os shows de Gustavo Lima pertencem, atualmente, a um fundo de investimento. O que está em discussão é a validade de cidades miseráveis em Roraima, ou Minas, utilizarem dinheiro que seria da educação e saúde para pagamento de cachês milionários, especialmente em um país de saúde claudicante e educação catastrófica. Isso é ilegal, criminoso,  e precisa ser investigado e coibido. Além do aspecto legal há, ainda, que ser cobrado dos prefeitos o aspecto imoral de investir esse valor em um show em detrimento de investimentos estruturais em cidades, por vezes, com 17 mil habitantes. Essas opções, no entanto, não dizem respeito ao cantor e sim às autoridades que ocupam os cargos. O outro aspecto a ser investigado é se não há um esquema de lavagem e desvio de dinheiro na contratação desses shows- e não é apenas a partir de agora, do “tororó tatuado” de Anita- que se comenta sobre essa relação entre prefeituras e empresas de artistas. O setor  há ser passado a limpo, regras precisam ser estabelecidas e contratos vigiados pelo MP e auditores. Tudo mais em relação ao Gustavo Lima é tchê tcherere tchê tchê , seja lá o que isso quiser dizer. 


César Oliveira LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

Charge do Borega

As mais lidas hoje