Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, domingo, 22 de maio de 2022

Segurança

Sobe para 10 número de mortos em Capitólio, após bombeiros encontrarem 2 últimas vítimas desaparecidas

09 de Janeiro de 2022 | 17h 36
Ouvir a matéria:
Sobe para 10 número de mortos em Capitólio, após bombeiros encontrarem 2 últimas vítimas desaparecidas
Foto: Reprodução

As duas últimas vítimas desaparecidas após o acidente provocado pela queda de um bloco rochoso no cânion do lago de Furnas, situado no município de Capitólio, estado de Minas Gerais, foram encontradas sem vida, o que elevou, para dez, o número de mortos.

Os corpos, segundo o Corpo de Bombeiros Militar, foram resgatados na tarde deste domingo (9), mais de 24 horas após a tragédia, que também deixou um saldo de 32 feridos.

O oitavo corpo havia sido resgatado na manhã de hoje. Todas as vítimas fatais foram levadas para o Instituto Médico Legal de Passos (MG), para fins de identificação. O trabalho está sendo realizado com a ajuda de papiloscopistas enviados pela Superintendência da Polícia Federal de Belo Horizonte.

As equipes de busca precisaram interromper os trabalhos na noite de ontem, por falta de visibilidade e questões de segurança. Os 50 agentes do Corpo de Bombeiros e da Marinha do Brasil retomaram as ações de resgate às 5h desde domingo. Onze bombeiros especializados em mergulho atuaram na operação. Eles contaram com o suporte de sete embarcações, sendo quatro lanchas e três motos aquáticas.

O DESASTRE – Um grande bloco rochoso desabou, por volta das 12h30 deste sábado. Quatro lanchas lotadas de turistas estavam próximas ao local. Duas embarcações foram atingidas diretamente e afundaram. As outras duas sofreram danos provocados pelo impacto.

A maioria das vítimas sofreu ferimentos leves e foi liberada após atendimento em unidades de saúde da região. Duas tiveram fraturas expostas, sendo que uma ainda se encontra internada na Santa Casa de Passos, a 74 km de Capitólio. O jovem de 26 anos é morador da cidade de Pimenta (MG) e deverá ser operado nesta segunda-feira (10).

A Marinha e a Polícia Civil investigam as causas do acidente, que pode estar relacionado com as fortes chuvas que atingem o estado de Minas Gerais desde dezembro.



Segurança LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje