Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quinta, 06 de agosto de 2020

Esporte

Bahia vence o Atlético (MG) e é campeão da Copa 2 de Julho Sub-15

13 de julho de 2015 | 12h 20

Tricolor é campeão invicto. Foram oito vitórias em oito jogos, garantindo 100% de aproveitamento

Bahia vence o Atlético (MG) e é campeão da Copa 2 de Julho Sub-15
Meninos comemoram placar de 5x4 no Estádio de Pituaçu

Com cerca de 5 mil pessoas no Estádio de Pituaçu, o Bahia superou o Atlético (MG), neste domingo (12), e conquistou a Copa 2 de Julho de Futebol Sub-15, realizada pelo Governo do Estado, por meio da Superintendência dos Desportos (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre). Após empatar em 1 a 1 no tempo regulamentar, o Bahia conquistou o título nos pênaltis, com o placar de 5x4.

Esta é a segunda vez que o título da competição fica com uma equipe baiana. Antes, nas outras sete edições, quando a competição ainda era disputada na categoria sub 17, o troféu foi para o Internacional, duas vezes, seleção brasileira, três vezes, São Paulo e Vitória. O triunfo tricolor sobre o Atlético coroou uma campanha impecável na competição. Foram oito vitórias em oito jogos, garantindo 100% de aproveitamento. O ataque também impressionou, marcando 20 gols, com uma média de 2,5 por partida.

O jogo

O tricolor abriu o placar na segunda etapa com João Pedro, de pênalti. O Galo foi para cima em buscar do empate e conseguiu aos 28 minutos. Nas cobranças de pênalti, o Bahia levou a melhor, convertendo quatro tiros livres, com os mineiros falhando nas cobranças alternadas. Final: Bahia 5 x 4 Atlético-MG.

Representando o Governo do Estado, a cerimônia de premiação teve a presença do secretario estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Álvaro Gomes, e do diretor geral da Sudeb, Elias Dourado. “A Copa 2 de Julho tem uma importância muito grande e serve, também, para estimular o esporte  como fator de inclusão social e desenvolvimento humano. Por isso, o governo do estado tem se preocupado muito e tem buscado cada vez mais estimular o esporte em toda Bahia”, disse o secretário Álvaro Gomes.

Premiados

O volante Wandrew, do Atlético (MG), foi escolhido como o melhor jogador da competição. É a quarta vez que um jogador da posição fica com o prêmio na Copa 2 de Julho. Em 2009, Rodrigo, da seleção brasileira, foi o premiado, em 2010, foi a vez de Allan, do São Paulo e no ano de 2013, o prêmio foi para o camisa 5 rubro-negro, José  Welisson.

O Atlético ainda teve o artilheiro da competição. O camisa 9, Alerrandro, dividiu a o prêmio com outros dois atletas, Guilherme Gaspar, do Palmeiras e Anibal Silva, do Vitória, todos com 7 gols. O melhor goleiro foi para Carlos Bruno, do Bahia. Na decisão, o arqueiro tricolor defendeu uma cobrança de pênalti.

“Uma competição deste nível em nosso estado, bem organizada pelo governo baiano, faz com que a gente faça comparativos com grandes equipes, como foi hoje. Vejo que o nosso trabalho está no caminho certo. Ganhar é bom, mas o importante é revelar bons jogadores para equipe principal do Bahia”, disse o treinador tricolor, Luciano Souza.

Recorde de público- Cerca de 5 mil pessoa foram prestigiar à final da Copa 2 de Julho, neste domingo (12), no Estádio de Pituçau. Entre os milhares de torcedores do esquadrão estava Mônica Alves, de 32 anos. Acompanhada de seus dois filhos, ela aprovou a organização da competição. "É um campeonato muito bom, um clima ótimo para eu trazer meus filhos. É bom para as crianças que vão aprendendo o esporte desde cedo”, revelou.

O torneio - A Copa 2 de Julho é realizada pelo Governo do Estado, por meio da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia - Sudesb, com o apoio da Federação Bahiana de Futebol (FBF), da Federação Baiana de Desportos de Participação (FBDPAR) e dos 15 municípios participantes. O torneio busca promover a inclusão social, através do esporte, com a geração de talento e do primeiro emprego para muitos garotos, além de proporcionar à população baiana a oportunidade de acompanhar partidas de alto nível técnico.

Além dos finalistas, Bahia e Atlético, a 8ª edição da Copa 2 de Julho – que este ano foi disputada na categoria sub 15 - contou com a participação de 40 equipes, entre elas clubes tradicionais como Flamengo (RJ), Palmeiras (SP), Cruzeiro (MG), Santa Cruz (PE), Sampaio Corrêa (MA), Moto Clube (MA), CRB (AL) e Vitória. Já participaram de outras edições do torneio, as seleções do Brasil, Chile e de Angola, clubes estrangeiros, como Colo-Colo, do Chile, Nuevo Horizonte, da Bolívia, e The Villages, dos Estados Unidos, e outros grandes clubes do País, como São Paulo, Santos, Ceará, Internacional, entre outros.



Esporte LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje