Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, domingo, 16 de janeiro de 2022

Bahia

Vitória da Conquista registra picos de ventos semelhantes aos de furacões; choveu 60% mais que o previsto

01 de Dezembro de 2021 | 10h 44
Ouvir a matéria:
Vitória da Conquista registra picos de ventos semelhantes aos de furacões; choveu 60% mais que o previsto
Foto: Reprodução/TV Bahia

A cidade de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, registrou, nesta terça-feira (30), fortes picos de vento, que chegaram a 116 km/h. Esta velocidade é semelhante à de um furacão. Conforme a TV Sudoeste, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) ressaltou que as rajadas de vento foram 10 vezes maior do que o normal, na região. Especialistas do órgão disseram que se tivesse sido contínuo, o fenômeno teria causado muitos desastres.

A chuva também assustou os moradores e preocupou as autoridades locais. Isto porque foi registrado um volume de precipitação 60% maior do que o esperado para o mês de novembro. Segundo a Estação de Meteorologia da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), o volume de chuva previsto para o último mês era de 125 mm. Cerca de 60 casas foram inundadas.

O G1 reportou que várias estradas da zona rural da cidade foram danificadas. O trabalho de manutenção ainda está sendo realizado, uma vez que a chuva vem impedindo o recapeamento.

CALÇADA CEDEU - Por causa do temporal, uma calçada localizada na Rua Jorge Teixeira cedeu. Em consequência, uma mulher, de 36 anos, acabou ficando ferida. O acidente aconteceu por volta das 18h40 de ontem (30). O Corpo de Bombeiros de Vitoria da Conquista, que prestou socorro à vítima, informou que o solo ficou muito encharcado, vindo a deslizar.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também esteve no local e prestou assistência à mulher. Ela sofreu escoriações. Seu estado de saúde é estável. A vítima não precisou ser hospitalizada.

Ainda segundo o G1, moradores relataram que o local onde o terreno cedeu tinha uma fossa, fechada há muito tempo. No entanto, destacaram que não havia indícios de que o local iria abrir. Conforme os bombeiros, o buraco tinha cerca de 3 metros de profundidade. A área foi isolada.



Bahia LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje