Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, segunda, 25 de outubro de 2021

Educação

Conceito pedagógico e modernidade ganham forma no novo complexo educacional; sede tem projeto inclusivo

26 de Março de 2021 | 12h 39
Conceito pedagógico e modernidade ganham forma no novo complexo educacional; sede tem projeto inclusivo
Foto: Wevilly Monteiro/Secom PMFS

A estrutura do novo complexo educacional da Prefeitura Municipal de Feira de Santana tem chamado a atenção de quem passa no cruzamento entre as ruas Visconde do Rio Branco e Professor Geminiano Costa. Arrojada, a obra une modernidade e conservação arquitetônica, uma vez que o equipamento está sendo construído preservando as características do antigo prédio do Feira Tênis Clube.

De acordo com a Secretaria Municipal de Educação (Seduc), estão concluídos o Centro Interprofissional de Atendimento Educacional (InterEduc) e o Ginásio de Esportes Péricles Valadares. O paisagismo, a iluminação e o sistema de prevenção e combate a incêndios também já estão prontos. Segue em andamento a construção do edifício garagem, que terá sete andares, e da sede do órgão, ainda na fase de fundação.

Estudantes com vários tipos de deficiências e dificuldades de aprendizagem vão ter novos espaços, modernos e adaptados às suas necessidades, para a realização de atividades que facilitem o desenvolvimento de suas habilidades cognitivas e motoras.

Gestora da Seduc, a professora Anaci Bispo Paim diz que os investimentos da administração municipal visam garantir o funcionamento adequado do novo complexo. O projeto, segundo ela, é compatível com a legislação atual, no que concerne à Educação Inclusiva. “O prédio não será moderno apenas no aspecto arquitetônico, mas também funcional e no âmbito da pedagogia, oferecendo acessibilidade e as melhores condições de aprendizagem aos alunos”, observou.

ESPAÇOS ADAPTADOS – No complexo educacional, a acessibilidade é garantida, diz a secretária. O equipamento possui rampas, piso tátil e banheiros adaptados. Salas de música, artes, desenvolvimento sensorial, de atendimento psicológico e psicopedagógico, de fonoaudiologia e uma brinquedoteca integram o projeto.

Além disso, o complexo educacional inclui salas para estudantes com deficiência visual e produção em braile; para acompanhamento aos estudantes com surdez, adaptadas ao ensino de libras; espaço para Atividades de Vida Prática (AVP); auditório; cozinha; vestiários; e uma quadra poliesportiva.

A nova sede conta, ainda, com um Centro de Pesquisa da História de Feira de Santana, que tem por objetivo reunir, no mesmo espaço, obras de autores feirenses ou escritas sobre o município.



Educação LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje