Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, segunda, 19 de abril de 2021

Educação

Seduc vai implantar 330 salas multimídias para suporte às aulas não presenciais

11 de março de 2021 | 17h 44
Seduc vai implantar 330 salas multimídias para suporte às aulas não presenciais
Foto: Jorge Magalhães/Secom PMFS

Os estudantes da Rede Municipal de Educação que não dispõem de recursos digitais em casa, a exemplo de computador, notebook ou celular, tendo dificuldades de se conectar à internet, passarão a contar com 330 salas multimídias, que já estão sendo montadas nas 206 escolas do município, distribuídas entre a sede e os oito distritos.

De acordo com a Secretaria Municipal de Educação (Seduc), as salas multimídias serão equipadas com 2 mil chromebooks (tipo de computador portátil) adquiridos, recentemente, pela Prefeitura de Feira de Santana, além de cerca de 1.100 computadores. “A quantidade de salas multimídias por escola está definida de acordo com a matrícula e o porte da unidade de ensino”, explicou a secretária de Educação, professora Anaci Bispo Paim, enfatizando que algumas unidades escolares terão até cinco salas.

Os espaços vão funcionar diariamente, com a garantia de suporte para o acesso às tecnologias da educação. Os alunos serão acompanhados, pelos funcionários da escola, durante o tempo em que permanecerem na unidade de ensino, desde a recepção, consulta à plataforma e download de informações. “Outra possibilidade é levar o material impresso para ser consultado em casa”, diz a gestora.

Anaci Paim ressalta ainda que os alunos serão atendidos em horários pré-estabelecidos, obedecendo a uma escala. A ideia é garantir o cumprimento do distanciamento social, uma das principais recomendações sanitárias para evitar a disseminação do novo coronavírus.

Terão acesso à sala multimídia grupos de dez estudantes. Também será garantido o espaço adequado para a realização de atividades pedagógicas enquanto aguardam a família.

Conforme a Seduc, A cada escala de atendimento, serão programados intervalos para higienização dos ambientes, segundo recomenda o protocolo de prevenção à Covid-19. Todas as escolas seguirão, ainda, o protocolo de biossegurança, observando o uso de máscaras, o distanciamento social e a conduta de higienização das mãos e dos espaços.



Educação LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje