Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, domingo, 24 de janeiro de 2021

César Oliveira

Feira e Conquista no xadrez da sucessão estadual

César Oliveira - 28 de novembro de 2020 | 19h 31
Feira e Conquista no xadrez da sucessão estadual

A disputa em segundo turno nos dois maiores colégios eleitorais do estado depois da capital, deu uma especial importância a essa eleição. Feira de Santana e Vitória da Conquista podem passar ao controle do PT, ajudando a refazer o cacife do governador Rui Costa ( PT) que levou um 7x1 em Salvador, de ACM Neto. A perda de um antigo e condicional aliado em Feira de Santana- cidade em que o PT perdeu 4 eleições seguidas- seria uma espécie de revanche contra Neto, guardada as devidas proporções. 

O fato é que a sucessão ao governo está sendo jogada e essas duas cidades passaram a fazer parte da montagem do xadrez sucessório, que tem ACM Neto, Rui Costa, João Leal, e Otto Alencar, como líderes principais. É muito provável que a musculatura que o PSD conseguiu nessa eleição estimule o lançamento de candidato próprio ao governo, em uma inversão de jogo entre quem cresceu ( PSD) e encolheu ( PT)

Desse modo, uma vitória do PT nas duas cidades seria uma carta importante para Rui Costa o que tem motivado seu empenho nas duas disputas, assim como ACM Neto, em Feira, apoiando o candidato Colbert, aliado de José Ronaldo.

O jogo está sendo jogado lá adiante. 



César Oliveira LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje