Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quinta, 24 de setembro de 2020

Brasil

Após INSS anunciar retomada de perícias na quinta, associação de médicos diz que a chance é 'zero'

16 de setembro de 2020 | 14h 56
Após INSS anunciar retomada de perícias na quinta, associação de médicos diz que a chance é 'zero'
A Associação Nacional de Médicos Peritos (ANMP) afirmou nesta quarta-feira (16) que não vai retomar os trabalhos em agências vistoriadas hoje pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).
 
O presidente do INSS, Leonardo Rolim, realizou vistorias em agências no Distrito Federal e afirmou que os atendimentos serão retomados a partir de quinta-feira (17) naquelas que forem aprovadas. Segundo ele, ao menos 151 agências em todo o país já foram vistoriadas.
 
A ANMP, contudo, diz que "desconhece" as inspeções realizadas nesta quarta. A entidade acusa o INSS de adulterar o checklist de obrigações para a retomada das perícias, "flexibilizando e relativizando itens essenciais como limpeza, segurança, ventilação e equipamentos". Esse checklist é parte de uma portaria para determinar as novas inspeções nas agências.
 
"Nós desconhecemos isso como vistoria. Não havia ali nenhum técnico de carreira gabaritado a emitir qualquer juízo de valor sobre os componentes da avaliação. Aquilo foi uma 'inspeção' política, visita de chefes a uma agência", afirma Francisco Cardoso, vice-presidente da ANMP.
 
"São vidas em jogo e isso não pode ser tratado dessa forma tosca como vimos na TV agora há pouco. Vidas humanas têm que ser respeitadas. O benefício já está sendo garantido por via remota de maneira emergencial, logo falta apenas o INSS fazer seu dever – que deixou de fazer nos seis meses fechados – e organizar as agências de forma séria para o retorno da perícia presencial", afirma.
 
"A chance é zero. A essa hora não dá mais para organizar a lista de vistoria. O INSS não nos forneceu nada", diz Cardoso.
 
Segundo o INSS, a ANMP foi chamada a participar das vistorias, mas não compareceu.


Brasil LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje