Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quinta, 06 de agosto de 2020

Esporte

Doze atletas baianos estarão no Pan-Americano de Toronto

19 de junho de 2015 | 09h 20
Doze atletas baianos estarão no Pan-Americano de Toronto
Isaquias Queiroz, de Ubaitaba, é favorito ao ouro na canoagem de velocidade, categoria C1 1000 m

Ainda que desfalcada de alguns de seus principais atletas olímpicos, como os maratonistas aquáticos Allan do Carmo e Ana Marcela Cunha, além do boxeador Robson Conceição, a Bahia vai estar bem representada nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, que acontecem de 10 a 26 de julho, no Canadá. O estado tem apenas 12 dos 600 brasileiros que atuarão no evento, mas ao menos metade dos atletas baianos têm boas chances de medalha.

Os nomes de maior destaque da Bahia estão na canoagem e no futebol [confira a relação dos 12 atletas abaixo]. Nascido em Ubaitaba, o bicampeão mundial Isaquias Queiroz deve faturar o ouro na canoagem de velocidade, categoria C1 1000 m. Formiga, Fabiana e Rafaelle, com a seleção feminina de futebol, dificilmente ficarão fora do pódio.

No boxe, que não vai contar com a medalhista de bronze em Londres-2012, Adriana Araújo (que não conseguiu se classificar para o Pan), Joedison 'Chocolate' Teixeira é tido por especialistas como um dos favoritos na categoria 64 kg. No basquete, Isabela Ramona (ainda não convocada oficialmente) também tem tudo para subir o pódio com a seleção. Na maratona aquática masculina, Luis Rogério Arapiraca deve aproveitar a ausência de europeus para carimbar uma das três medalhas da modalidade.

Baianos emprestados

A Bahia tem chance de subir ao pódio com alguns atletas que não nasceram no estado, mas que o representam por meio de seus clubes ou federações. É o caso do futebol masculino, com a dupla de meio-campistas do Esporte Clube Bahia, Bruno Paulista e Rômulo (pernambucano), além do lateral-esquerdo do Vitória, Euller (paraibano).

No atletismo, o destaque fica com a veterana maratonista Marily dos Santos (alagoana), que já também obteve índice para a Olimpíada do Rio-2016 e não terá a concorrência das africanas por uma medalha.

Recorde e metas

No total, 60o brasileiros disputarão medalhas em 46 modalidades em Toronto. A marca só é superada pelo Pan-2007, no Rio de Janeiro, quando o país teve 660 participantes nos Jogos. A delegação do país terá quase 1.000 pessoas, entre atletas, treinadores, médicos, fisioterapeutas e oficiais.

O 'Time Brasil', como é apelidada a delegação nacional pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), levará nomes de peso a Toronto, como o bicampeão olímpico Robert Scheidt (vela), além dos medalhistas olímpicos Mayra Aguiar, Felipe Kitadai, Rafael Silva e Tiago Camilo, do judô; Álvaro Affonso de Miranda Neto, o Doda, do hipismo saltos; Thiago Pereira, da natação; Yane Marques, do pentatlo moderno (a relação final dos atletas de basquete, ginástica artística, rugby e vôlei ainda não foi  divulgada pelas respectivas Confederações).

O COB tem como meta colocar o Brasil entre os três principais países no quadro total de medalhas das modalidades olímpicas e superar o número de pódios de Guadalajara 2011 (141 medalhas, sendo 48 de ouro, 35 de prata e 58 de bronze). A melhor participação do Brasil na história foi em casa, no Rio 2007, com 157 medalhas no total, sendo 52 de ouro, 40 de prata e 65 de bronze.

Os atletas baianos no Pan-Americano

BASQUETE
- Isabela Ramona (Salvador)

BOXE
- Carlos Rocha (Gandu)
- Joedison 'Chocolate' Teixeira (Salvador)

CANOAGEM
- Erlon Silva (Ubatã)
- Isaquias Queiroz (Ubaitaba)
- Ariela Cesar Pinto (Guaratinga)
- Valdenice Conceição (Itacaré)

FUTEBOL
- Fabiana (Salvador)
- Formiga (Salvador)
- Rafaelle Leone (Cipó)

MARATONA AQUÁTICA
- Luis Rogerio Arapiraca (Salvador)

REMO
- Thiago Carvalho (Ilhéus)

FONTE: A Tarde



Esporte LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje