Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quinta, 24 de setembro de 2020

Geral

Economia na despesa de iluminação pública, em Feira, será de 53%, com a tecnologia LED em todo o município

14 de agosto de 2020 | 14h 00
Economia na despesa de iluminação pública, em Feira, será de 53%, com a tecnologia LED em todo o município
Foto: Renata Maia - PMFS
Os cofres da Prefeitura de Feira de Santana vão economizar 53% do que a administração investe, hoje, em iluminação pública, quando estiver sendo executada a Parceria Público-Privada  que determina a substituição de todo o aparato atual de lâmpadas no município - inclusive na sede dos oito distritos - para a tecnologia LED. 
 
 
A informação é do prefeito Colbert Martins Filho, presente ao leilão que definiu o consórcio a ser contratado nesta sexta, 14, na Bolsa de Valores de São Paulo. 
 
A redução da despesa mensal, considerada significativa, representará ganho econômico para a Prefeitura, mas também mais qualidade de vida e segurança para os cidadãos.
 
O Consórcio Conecta Feira, vencedor da licitação, terá o compromisso de substituir todo o sistema de iluminação pública no município, garantindo modernização e eficientização do serviço. O grupo apresentou a contraprestação mensal de R$ 785.800 - deságio de 56,20%.
 
O investimento previsto para os próximos 13 anos neste setor é de R$ 275 milhões. A previsão no município é de substituição de 60.500 pontos de iluminação, na sede e nos distritos, mais 29 projetos especiais de 
iluminação, com tecnologia LED.
 
Apresentaram propostas os seguintes consórcios: Feira Iluminada, Feira de Santana Ipê, Feira Ipê, Brasilux Eletrificação Eletrônica Ltda, Sonda Ltda, Feira Luz, QSG Iluminação Feira de Santana, Consip Feira de Santana, FS Luz, Sadenco Sul.
 
A licitação na Bovespa, sob a modalidade de leilão, foi concluída em pouco mais de 40 minutos. Alem do prefeito Colbert Filho, esteve presente o ministro do Desenvolvimento Regional Rogério Marinho, deram, juntos, as três batidas de martelo que confirmaram a proposta vencedora.
 
“Estamos preparando o ambiente para o pós pandemia”, disse o prefeito Colbert Filho, em discurso que encerrou a licitação.  
Comentou ainda que este é um passo importante para o futuro e que mostra que o município avança, mesmo em meio as dificuldades que o país atravessa.
 
Ele compartilha e momento, que considera histórico, com todos os feirenses, e agradeceu a participação da Caixa Econômica Federal na condução do processo transparente. “Esta é uma mostra de que é possível investir no semiárido do nordeste e em qualquer lugar no mundo”.
 
Um vídeo institucional apresentou as potencialidades da economia do município, como ser o segundo maior entroncamento rodoviário do país – atrás apenas de São Paulo, e ser um grande e importante centro de logística.


Geral LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje