Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quinta, 13 de agosto de 2020

Esporte

Joelma relembra auge de Calypso: Acabou levando minha saúde pro buraco

24 de julho de 2020 | 14h 53
Joelma relembra auge de Calypso: Acabou levando minha saúde pro buraco
Foto: Reprodução
Joelma nunca imaginou que um dia conseguiria levar o som que fazia no Pará para o Brasil inteiro. A cantora, de 46 anos, que começou sua carreira na Banda Calypso, conversou com Quem sobre a sua trajetória de 25 anos na música, celebrada com o lançamento de um DVD nesta sexta-feira (24) em um show live em sue canal do YouTube, às 21h. O projeto, gravado antes da pandemia em Goiânia, foi feito com participações de nomes como Xand Avião, Lauana Prado e Ludmila Ferber. 
 
"Eu nunca imaginei que pudesse fazer 25 anos de carreira (risos). Pensei que não chegaria tão longe. Mas graças a Deus não parei e estou mais forte do que nunca. De todo esse tempo que vivi e de todas as dificuldades desde o começo da minha carreira, eu tiro um aprendizado muito grande: 'Eu posso todas as coisas, menos desistir'. E atualmente eu só tenho a agradecer por tudo que vivi até aqui. Eu sonhava quando comecei minha carreira em vender 10 mil cópias de CD e eu cheguei a 20 milhões de CD/DVD. Só tenho gratidão", celebra.
 
Em carreira solo desde 2015, quando se separou do então marido Ximbinha, Joelma afirma que apesar das dificuldades, nunca pensou em desistir de seu sonho. A paixão pela música a ajudou até a superar o período em que teve problemas de saúde por causa do ritmo intenso de shows. 
 
"Desistir nunca! Acredito que toda dificuldade me ajudou a crescer e criar. Quando estivemos no auge, vieram muitos trabalhos e eu cheguei a fazer 11 shows por semana, o que acabou levando minha saúde pro buraco. Mas com tudo isso, nessa fase, eu também aprendi a me alimentar melhor, a cuidar mais do meu espiritual e foi onde encontrei todas as respostas que eu precisava pra tudo na vida. Levo uma frase comigo também que é: 'Em todo momento difícil, você sempre pode aprender algo bom'. Tudo que eu aprendi de bom, levo para o resto da minha vida, pra sempre", conta ela, que enaltece a importância dos fãs para sua perseverança.
 
"São muitos momentos marcantes que vou levar sempre comigo. Acho que em todos eles eu tive algo e tenho os que me emocionam sempre: meus fãs. Como eu falo sempre, eles são meus presentes de Deus." 
 
De origem humilde, Joelma valoriza a conquista da casa própria e da independência financeira por meio de seu trabalho, mas garante que a felicidade não está em bens. 
 
"Eu descobri que a felicidade tá dentro de você e quem dá é Deus. A felicidade não é uma coisa, o sucesso, um bem material, uma pessoa, dinheiro, nada disso", explica ela, que valoriza estar com sua família mais do que nunca. "Nesta quarentena, amo poder dormir agarradinha todo dia com minha costelinha (risos), minha filha Yasmin."
 
Grata por sua história, Joelma garante que hoje seu sonho profissional é apenas continuar cantando. "Hoje eu só tenho que agradecer, o que vier a mais é lucro", diz ela. Já o pessoal, ela deseja se casar novamente e quem sabe ter mais filhos. "Com certeza esses sonhos estão nos meus planos", finaliza Joelma, que segue solteira. 


Esporte LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje