Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, terça, 11 de agosto de 2020

Saúde

Fumacê inicia nesta quarta-feira combate ao aedes nos bairros de maior infestação predial

08 de julho de 2020 | 10h 37
Fumacê inicia nesta quarta-feira combate ao aedes nos bairros de maior infestação predial

A aplicação de inseticida, com uso de carro fumacê, nos dez bairros que apresentaram maiores índices de infestação predial do aedes aegypti será iniciada nesta quarta-feira, 8, pela Prefeitura de Feira de Santana.

Os veículos circularão pelas ruas do Feira X, George Américo, Tomba, Campo Limpo e Cidade Nova. Na quinta-feira, 9, o serviço será no Papagaio, Sobradinho, Brasília, Conceição, Papagaio e no distrito de Maria Quitéria.

A OMS (Organização Mundial de Saúde) considera tolerável menos de 1% a taxa de infestação das residências.

O inseticida será aplicado nas diversas ruas das localidades entre oito e 12 vezes – os veículos farão o trabalho no bairros em cinco vezes. O serviço será concluído no dia 5 de agosto

Além da dengue – neste ano em Feira de Santana já foram contabilizadas 3.331 notificações desta doença, o aedes aegypti é o mosquito da zika, chikungunya – outras 2720 notificações.

O coordenador do Centro de Referência em Endemias, Edilson Matos, disse que inseticida que será aplicado, que tem base a óleo – a base do anterior era a água, é mais eficiente, o que muda a dinâmica do trabalho.

Explica que o novo produto permanece mais tempo circulando no ar – por cerca de três horas, que aumenta a sua ação. Outro fator positivo, diz o coordenador, é a redução no tempo para a sua aplicação.

A velocidade do veículo foi aumentada em 50%, passando de 10 km/h para 15 km/h. O fumacê mata o inseto na fase adulta.

Recomenda-se que as portas das residências sejam abertas no momento em que o veículo passar, bem como colocar animais de estimação em local seguro, onde não haja contato direto com o inseticida.

A grande maioria dos focos de reprodução do aedes é encontrada dentro das residências pelos agentes de endemias, durante as suas visitas de rotina.

FONTE: PMFS



Saúde LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje