Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, segunda, 06 de julho de 2020

César Oliveira

Ao ministro da Educação, ao menos, o pudor ético

César Oliveira - 30 de junho de 2020 | 00h 54
Ao ministro da Educação, ao menos, o pudor ético

O quase ministro da Educação, Decotelli, foi esfarelado em quatro dias, embora resista com a falta de senso  que só tem os ambiciosos do poder que tentam construir uma biografia falsa. Foi desmentido em seu doutorado, em Rosario, na Argentina; no pós doc, na Alemanha; e sua tese está sendo acusada de plágio. Não restou, da sua biografia academica, nada mais que cinzas, embora ele seja capaz de vir a público com uma falta de pudor ético- fingindo que nada houve- assombrosa, e digna de um pós graduado em fingimento. 

Já não tem mais credibilidade para propor nada ao sistema educacional do Brasil. Um educador  é, antes de tudo, um exemplo. Nesses tempos de combate as fake-news o ministro deveria ter nos poupado de  tanta coisa falsa. 

Será, apenas, o que quase foi sem nunca ter sido.



César Oliveira LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje