Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quinta, 02 de julho de 2020

Saúde

Profissionais de saúde orientados a denunciar abusos contra idoso

16 de junho de 2015 | 16h 32
Profissionais de saúde orientados a denunciar abusos contra idoso
emos hoje em Feira de Santana mais de 10 por cento da população idosa-Foto: JorgeMagalhães
Identificar e notificar os casos de agressões aos idosos, seja do tipo físico, psicológico, econômico, sexual ou institucional. Esse foi o objetivo principal do seminário A Violência Contra a Pessoa Idosa, que teve como tema “Prevenir, Denunciar e Enfrentar”, realizado na manhã dessa terça-feira, 16, no Auditório Dr. João Batista de Cerqueira, na Secretaria Municipal de Saúde. O público alvo da capacitação foi enfermeiros, assistentes sociais e psicólogos que atuam nas unidades básicas de saúdes municipais.
 
O evento é uma realização da Atenção Básica de Feira de Santana, junto a Secretaria Municipal de Saúde e a Referência em Saúde da Pessoa Idosa. A palestra foi conduzida pela enfermeira de Referência em Saúde do Idoso, Isabela Machado, que falou sobre as formas de violência contra a pessoa idosa e as situações mais frequentes.
 
No segundo momento da capacitação, a Dra. Maria Clecia, delegada titular da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam), falou sobre o enfrentamento à violência contra a pessoa idosa e as medidas de proteção e defesa dos seus direitos. Cacilda Miranda, presidente do Conselho do Idoso falou sobre as intervenções do Conselho Municipal de Direito da Pessoa Idosa.
 
CONSCIENTIZAÇÃO
 
Isabela Machado disse ainda que através dessas notificações serão criadas estratégias para combater essa violência e para cobrar do Poder Público políticas públicas para prevenir, orientar e denunciar as violências. “O papel do profissional de saúde é de fundamental importância, porque é o norteador do idoso da sua necessidade enquanto pessoa. Enfim, o profissional de saúde tem que estar presente e orientando nesse passo a passo do idoso”, salienta.
 
“Temos hoje em Feira de Santana mais de 10% da população idosa. Por conta disso devemos estar frisando a importância de não ocorrer a violência em qualquer dos seus aspectos. Estamos antenados que isso vem ocorrendo com frequência em nossa cidade. Então pedimos a contribuição dos nossos profissionais que identifiquem nas áreas de abrangências as violências que os idosos têm sofrido e que eles previnam através do apoio das equipes de psicólogos e assistentes sociais”.

FONTE: SECOM



Saúde LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje