Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quinta, 04 de junho de 2020

Saúde

Secretario de Saúde da BA prevê aumento no nº de casos da COVID-19 quando doença chegar nas favelas

30 de março de 2020 | 14h 32
Secretario de Saúde da BA prevê aumento no nº de casos da COVID-19 quando doença chegar nas favelas
Foto: Reprodução
O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, afirmou durante entrevista à TV Bahia, na manhã desta segunda-feira (30), que o número de casos do coronavírus aumentará exponencialmente no estado quando a doença chegar nas comunidades mais pobres.
 
“Estamos na fase inicial aqui na Bahia, e ainda restrita às classes sociais mais altas, que possuem plano de saúde. O maior número de pacientes internados hoje ainda está nos hospitais privados. Nós estamos começando, agora, a ter um número maior de pessoas na rede pública", disse Fábio Vilas-Boas.
 
" É muito cedo a gente prever quanto vai chegar ao longo da semana. A gente acredita que assim que a doença entrar nos bairros mais pobres de Salvador, nas favelas, a taxa de crescimento vai ser muito, muito maior. Não vamos falar de 10 casos por dia, vamos falar de centenas de casos por dia", completou o secretario.
A afirmação ocorreu quando ele falava sobre a quantidade de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) disponibilizadas pelo governo. Na ocasião, o secretario disse que o atendimento na rede pública ainda é pouco, porque a maioria dos infectados ainda está na classe média/alta e tem plano de saúde.
 
Ainda durante a entrevista, o secretário disse que, apesar da estimativa de crescimento expressivo, o número atual mostra que as medidas de prevenção para o novo coronavírus, que deixou vários pontos de Salvador vazios, tem dado efeito para impedir a expansão dos casos.
 
"Nós havíamos projetado, inicialmente, logo que nós tivemos os 10 primeiros casos, com base na taxa de crescimento nacional, um crescimento de 33% por dia da epidemia da Bahia. O que a gente está observando é uma taxa de crescimento inferior 20%. O que nos daria, para hoje, 30 de março, mais de 550 casos. Isso mostra que esse esforço que estamos fazendo, para puxar a curva para direita, está dando resultado. A expectativa de óbitos, lamentavelmente, gira entorno de 2%", completou.
 
Fábio Vilas-Boas também comentou sobre a campanha de vacinação. Ele considerou um sucesso. A partir desta segunda, 40 pontos vão atender os idosos.
 
“É um sucesso. Porque a população nos anos anteriores não ia se vacinar. Chegava no final da campanha, 50% da população vacinada. Isso tinha que estender a campanha por 15 dias. Tinha que sair nas ruas pegando as pessoas para sair para vacinar. Agora, com essa situação, a população está procurando. Mostra que a população está indo vacinar", disse.
 
Até a manhã desta segunda-feira, a Bahia havia registrado mais de 150 casos do coronavírus. Um óbito foi registrado no estado, como consequência da doença.


Saúde LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje