Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quinta, 02 de abril de 2020

Famosos

MP do Paraguai decide não indiciar Ronaldinho após jogador admitir erro

06 de março de 2020 | 09h 29
MP do Paraguai decide não indiciar Ronaldinho após jogador admitir erro
Foto: Divulgação/Ministério Público do Paraguai

O ex-jogador Ronaldinho Gaúcho não será indiciado pelo Ministério Público do Paraguai por entrar no país com passaportes adulterados. A decisão do órgão ocorreu após os promotores entrarem em acordo devido um pedido de desculpas.

Ronaldinho pediu desculpas pelo crime e o MP entendeu que ele e o irmão, Assis Moreira, “foram enganados em sua boa fé.

O ex-jogador e Assis prestaram depoimento na noite de quinta-feira (5). Na noite de quarta (4), eles foram alvo de uma operação dentro do hotel onde estavam hospedados em Assunção. Os policiais apreenderam os documentos e iniciaram o inquérito.

Após o depoimento, a promotoria decidiu usar o “critério de oportunidade”, recurso no Código Penal paraguaio, que deixa livre de processo Ronaldinho e seu irmão.

Ele é usado quando os suspeitos admitem o delito e não têm antecedentes criminais no Paraguai. Com informações do portal G1.

FONTE: Bahia.ba



Famosos LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje