Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quinta, 04 de junho de 2020

Esporte

Thiago Wild se torna número 2 do mundo na corrida da "Next Gen", e Thiem passa Federer no ranking

02 de março de 2020 | 14h 35
Thiago Wild se torna número 2 do mundo na corrida da
Foto: Reprodução
O fim de semana foi de festa para o tênis brasileiro com Thiago Wild, campeão do ATP 250 de Santiago. Além do destaque pelo resultado em si, o paranaense ainda subiu 69 posições no ranking da ATP, com 507 pontos no total e na 113ª colocação. O jovem de 19 anos ainda é, atualmente, o segundo colocado na corrida para o "Next Gen Finals", torneio que reúne os oito melhores da temporada até 21 anos. Ele está atrás apenas do canadense Felix Auger Aliassime, com 635 pontos em 2020, e à frente de nomes como Denis Shapovalov, Alex De Minaur e Jannik Sinner.
 
Os favoritos também deram suas caras com títulos - Novak Djokovic, no ATP de Dubai, e Rafael Nadal, em Acapulco - mas, sem mexidas nas duas primeiras posições do ranking mundial. Quem pôde comemorar mesmo sem ter jogado foi Dominic Thiem, que tirou proveito da lesão e a ausência de Roger Federer dos torneios para subir para número 3 do mundo, o melhor resultado de sua carreira.
 
Ainda assim, Djokovic ampliou a distância para Nadal no ranking, de 325 para 370 pontos (10.220 a 9.850). No entanto, nos Masters 1000 de Indian Wells e Miami, o sérvio e o espanhol tem poucos resultados a defender e, com isso, devem animar novamente a disputa pelo número 1 do mundo. Thiem, no momento, soma 7.045 e vai ter a missão de defender 1.000 pontos do título em Indian Wells.
 
Thiago Monteiro, que chegou às quartas de final em Santiago foi outro a subir na classificação. Foram seis posições ganhas pelo tenista cearense, que agora é o 82º lugar no ranking mundial, próximo da zona de classificação para os Jogos Olímpicos - a lista será definida apenas após a disputa de Roland Garros, em junho.
 
No ranking feminino, apenas uma mudança dentro do top 10, com a subida de Belinda Bencic para o 8º lugar, superando Serena Williams. A suíça foi às quartas de final no WTA de Doha, no Catar, que teve a bielorrussa Aryna Sabalenka como campeã.
 
Porém, chamou atenção a queda de Bia Haddad. A brasileira teve alguns de seus resultados conquistados em 2019 descontados por conta da punição por doping e, com isso, sofreu uma queda brusca de 136 posições, se colocando em 281ª do mundo. Ela fica, no momento, posicionada como número 2 do país, uma vez que Gabriela Cé é a 232ª na classificação.


Esporte LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje