Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quinta, 04 de junho de 2020

Geral

Coronel da PM diz que pensou em bater em Kannário: Tá me devendo uma

27 de fevereiro de 2020 | 10h 32
Coronel da PM diz que pensou em bater em Kannário: Tá me devendo uma
Foro: Reprodução/ Notícias da Bahia

O coronel da Polícia Militar da Bahia, Humberto Sturaro, afirmou em entrevista à Rádio Metrópole na quarta-feira (26) que já chegou a pensar em bater no cantor Igor Kannário, nas vezes que encontrou o artista e também deputado federal.

A situação envolvendo Sturaro e Kannário teria acontecido no restaurante Boi Preto, em Salvador.

“Com todo respeito ao deputado, mas não aguenta uma tapa. Eu encontrei ele no Boi Preto e pensei duas vezes, sabia? Fiquei olhando, olhei uma, olhei duas, olhei três. O que vai acontecer? Pensei: está me devendo uma, vou cobrar agora. Assim, mas vai dizer que eu fiz porque sou coronel, porque sou polícia. Outra coisa, não é meu peso, não é meu quilo. É até uma covardia. Deixa ele seguir o caminho. Estava com a esposa. Mas pega ali, sacode pelo pescoço, vai dizer o quê? Pedir socorro?”.

A afirmação do coronel foi feita dois dias depois do deputado federal provocar a PM em seu desfile no Campo Grande. Kannário pediu para que o policial subisse no trio para bater nele e disse ao longo do circuito que se algo acontecesse com ele no percusso ou no caminho de volta para casa a culpa seria da polícia.

O coronel ainda pediu para que o DEM, partido de Kannário, punisse o parlamentar pela fala. “Se fosse meu soldado, dentro do meu ciclo, o soldado errou. Esperando que o partido cobre isso dele. Cada ação tem uma reação”.

FONTE: Bahia.ba



Geral LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje