Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quarta, 01 de abril de 2020

Geral

Casal e criança de dois anos sofrem acidente em pedalinho no Parque da Lagoa

13 de fevereiro de 2020 | 10h 29
Casal e criança de dois anos sofrem acidente em pedalinho no Parque da Lagoa
Foto: Reprodução/TV Bahia

Um casal e uma criança de dois anos sofreram um acidente no pedalinho do Parque da Lagoa, na cidade de Feira de Santana, a 100 quilômetros de Salvador. O equipamento virou enquanto a família estava nele.

Conforme o diretor de áreas verdes de Feira de Santana, João Falcão, o caso aconteceu por volta das 10h, do domingo (9), dia da inauguração do pedalinho. A criança foi levada para um hospital da região, porque apresentou manchas na pele. Ela já recebeu alta médica.

“A avaliação feita informa que o aparelho, o pedalinho, não estava furado, e que não há em termo de equipamento, nenhum problema com ele. O que pode ter ocorrido a gente ainda está apurando, inclusive pegando um profissional na área que possa nos ajudar nisso”, disse.

Segundo informações de João Falcão, os cinco pedalinhos faziam parte do Parque da Cidade e foram levados para o Parque da Lagoa, por causa da presença de jacarés.

“Para não deixar de oferecer o serviço, a prefeitura decidiu oferecer no Parque Erivaldo Cerqueira, que é um parque que tem uma movimentação muito grande de famílias, e eles podem ter mais uma opção de lazer”, explicou o diretor de áreas verdes.

De acordo com o diretor, os pedalinhos, que tiveram o uso suspenso, foram periciados e passaram por manutenção e pintura antes da inauguração.

“Eles foram totalmente periciados em termos de você fazer a avaliação. Foi feita a manutenção, a conservação, a pintura e na sexta-feira (7) veio aqui para o parque. Durante o dia todo a nossa equipe testou o uso dele no percurso, inclusive buscando todas as situações que pudessem acontecer no uso dele e não aconteceu nada”, contou.

“No domingo, antes de oferecer ao público, nosso secretário Justianiano e nosso funcionário pedalaram, andaram e foi tudo normal. Esse próprio pedalinho que deu problema, antes do incidente, ele deu algumas voltas sem ter apresentado nenhum problema”.

O diretor também informou que o secretario do órgão conversou com a família e prestou atendimento para a criança.

“Quando os representantes [das vítimas], os advogados chegaram, o secretario sugeriu que procurassem um médico para avaliar se ela [criança] ingeriu água, para não ter nenhum problema. Eles disseram ‘ok’ e nós estivemos sempre a disposição”, disse.

FONTE: G1 Bahia



Geral LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje