Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, domingo, 23 de fevereiro de 2020

Brasil

Novo Alerta de desastre por TV por assinatura válido para todo Brasil

12 de fevereiro de 2020 | 09h 24
Novo Alerta de desastre por TV por assinatura válido para todo Brasil
Foto: Anatel
Os clientes dos serviços de TV por assinatura de todo o Brasil agora receberão os alertas de desastres durante a programação. O ano começou com grandes índices de chuva por todo o país, e claro, que durante esse período estamos acompanhando pelos noticiários os alagamentos e demais problemas trazidos com a chuva.
 
O projeto de alertas de desastres por TV por assinatura é coordenado pela Agência
Nacional de Telecomunicações (Anatel) em conjunto com as prestadoras de TV por
assinatura e os órgãos vinculados à Defesa Civil, representados pelo Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad).
 
Os alertas de desastres são conhecidos pelo envio de SMS para as pessoas localizadas nas zonas de risco, mas agora já podem contar com esses avisos durante a programação da TV por assinatura.
 
Objetivos do Projeto
 
O principal objetivo do projeto é auxiliar e complementar as ações dos órgãos de Defesa Civil na prevenção e mitigação dos impactos ocasionados por desastres naturais, alertando os cidadãos que estejam em localidades de risco.
 
Como funciona?
 
A Defesa Civil tem a responsabilidade de avisar as operadoras de TV quando for necessário emitir um alerta e estas, por sua vez, tem a responsabilidade de emitir os avisos aos clientes dos planos de TV por assinatura. Os avisos aparecerão na tela do cliente de TV por assinatura como um pop-up (imagem sobreposta), durante 10 segundos, com a mensagem: “DEFESA CIVIL: agora os ALERTAS de RISCO estão na sua TV. Fique ligado!” e não se pode bloquear o recebimento desses alertas.
 
Atualmente as operadoras participantes são Sky, Oi, Vivo, Claro (NET) e NossaTV.
 
Para mais informações sobre os alertas de desastres: https://www.anatel.gov.br/dados/notificacao-de-alertas

FONTE: Podecomparar



Brasil LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje