Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, sexta, 21 de fevereiro de 2020

César Oliveira

Inauguração do novo Centro de Convenções de Salvador põe fim a uma era de irresponsabilidade

César Oliveira - 18 de janeiro de 2020 | 19h 02
Inauguração do novo Centro de Convenções de Salvador põe fim a uma era de irresponsabilidade
Novo Centro de Convenções de Salvador Foto: Correios

Em uma cidade como Salvador, histórica, com forte atração festiva e de culinária, praias que são um atrativo mundial, é inconcebível não haver um Centro de Convenções para atrair feiras e congressos, como aconteceu com Salvador, o que levou inclusive ao fechamento de hotéis, um deles, inaugurado ao lado do antigo espaço.

Não sabemos que tipo de análise foi feita pelos governos de Wagner e Rui Costa para levarem a cidade  a essa situação em um ato administrativo que pode ser considerado um crime econômico contra a primeira capital do Brasil. O antigo e belo prédio, obra de ACM, está em um espaço muito valorizado, e poderia ser um motivo, mas as razões reais nunca saberemos.  Estive próximo a organização de alguns Congressos de especialidade médica e tentou-se de tudo, nas discussões, para que os eventos fossem realizados na Bahia, pelo atrativo, mas não havia um local adequado. 

Agora, em Janeiro, o prefeito de Salvador, ACM Neto, inaugura o novo Centro de Convenções, em um belíssimo espaço, resgatando esse espaço comercial. Já há mais de 30 eventos agendados e a Feira do Livro deve retornar à cidade. 

Representante dos hotéis estima que R$1,6 bilhão deixou de ser faturado nesse período, apenas com diárias, fora os negócios associados. A expectativa é que a ocupação dos hotéis aumente para 80%, que os taxistas aumentem sua renda, que aviação, agências de turismo, cresçam sua participação no mercado de turismo, além do segmento de alimentação e lazer que é diretamente beneficiado. Muitos outros setores serão alavancados com essa reinclusão da cidade no mercado nacional de eventos.

Enfim, é um instrumento vital para uma cidade como Salvador e que deveria ter sido tratado como prioridade. ACM Neto marca um tento tamanho G ao pôr fim aos anos  que Salvador foi tratada com irresponsabilidade nesse setor.  



César Oliveira LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje