Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quarta, 23 de setembro de 2020

Política

Wagner prega cautela para eleições de 2022, mas põe seu nome à disposição do partido

16 de janeiro de 2020 | 09h 53
Wagner prega cautela para eleições de 2022, mas põe seu nome à disposição do partido
Foto: Reprodução - G1

Durante a Lavagem do Bonfim, nesta quinta-feira (16), o senador Jaques Wagner (PT), um dos principais nomes do grupo governista na festa, afirmou que "está muito cedo para 2022", mesmo assim colocou seu nome à disposição para disputar o Governo do Estado em 2022, embora, declare que o PT precisa entender as "aspirações" de seus aliados. 

"Está muito cedo para 2022, estamos em 2020. Todo o olhar da sociedade, é no sentido das disputas municipais [...] 2022 está muito longe, eu acho que o PT tem que apresentar um nome. Dentro do PT, Jaques Wagner é o meu nome, mas nós precisamos também entender que existem aspirações do PSD, PP e PCdoB. Eu acho que podemos estar discutindo isso depois das eleições de 2020.", declarou Wagner.

Questionado se sua presença como líder do bloco governista na festa sinalizava intenções para 2022, o senador afirmou que se trata de "mera coincidência". O ex-governador defendeu que o partido pense nas eleições municipais desse ano e deixe as eleições de 2022 para depois. "Mas eu acho que 22 [eleições de 2022] está muito longe, vamos pensar em 20 [eleições de 2020], a gente precisa arrumar a casa para Salvador e outras cidades. Depois a gente pensa em 2022 e ainda vai ter muita água para rolar.

Quanto a não ida do governador Rui Costa (PT), que se recupera de uma cirurgia, para o festejo, Wagner afirmou que era "temerário e arriscado" a presença do governador, ainda em recuperação. O senador declarou também que sua presença no festejo será reduzida e sem realizar a caminhada, por conta da cirurgia que passou recentemente, "eu consegui recuperação da minha cirurgia, apesar de que eu também não posso caminhar porque o risco de tomar um trompaço e prejudicar o olho".

FONTE: Bnews



Política LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje