Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, terça, 02 de junho de 2020

Câmara Municipal

Iluminação natalina é mais uma vez debatida na Câmara Municipal

25 de novembro de 2019 | 16h 04
Iluminação natalina é mais uma vez debatida na Câmara Municipal
Foto: Reprodução
Os gastos para implantação da iluminação e decoração provisória de Natal e festas de final de ano em Feira de Santana voltaram a ser tema na Câmara Municipal, nesta segunda-feira, 25.
 
O vereador Roberto Tourinho (PV), comparou o valor da licitação para iluminação natalina em Feira de Santana - que possui pouco mais de 670 mil habitantes - R$ 1.423.366,67 - com o valor gasto em Salvador, que possui 2.780.000 habitantes, e investiu R$ 3 milhões.
 
“Não podemos aceitar que a iluminação do Natal, em Feira de Santana, vai custar metade do que vai custar em Salvador. Eu acompanhei a iluminação da capital, que foi inaugurada na semana passada, em bairros do subúrbio, bairros ferroviários: Piripiri, Cabula e praticamente boa parte da cidade. Aqui, é na praça da Matriz, na Getúlio Vargas, uma parte da Senhor dos Passos, a árvore em espiral no Parque Lagoa Grande e esta torre de rádioTv que a Prefeitura ainda não esclareceu”, contrapôs. 
 
O edil questiona os valores da iluminação e a façta de iluminação pública em determinadas áreas da cidade.
 
O vereador Gilmar Amorim (DC), também falou sobre o assunto.
 
“Serei obrigado a concordar com meu colega Roberto Tourinho, parece que estamos amassando barro pra faraó. Podem dizer que eu estou contra o governo, mas eu não posso é ficar contra o povo. A população está às escuras, exposta ao perigo. Estou cansado de encaminhar solicitação e não ser atendido”, reclamou.
 
Para o vereador Zé Filé (PROS), questionou sobre a taxa de iluminação pública.
 
“No bairro Feira X são diversas lâmpadas queimadas, no Viveiros, Nova Esperança, Feira IX, Expansão do Feira IX e mais, estão do mesmo jeito. Mas, agora os vereadores do Governo estão enxergando o que eu já enxergava há muito tempo. Eles não vão mais dizer que eu estou mentindo, o povo tá aí para confirmar . 2020 está chegando e se os vereadores ficarem contra o povo não serão reeleitos e aí vão concordar com tudo que eu falar”, observou.
 
O vereador Luiz Augusto de Jesus, Lulinha (DEM) rebateu as críticas feitas ao Governo Municipal pelo oposicionista Zé Filé (PROS).
 
“Ser oposição é fácil, mas porque não trata das boas ações do Governo Municipal? Porque não trata das promessas não cumpridas do Governo que Zé Filé apoia? Porque não fala do Centro de Convenções que o Estado não terminou? Porque não fala do outro hospital geral que o governador prometeu e não fez? Porque não fala da fila da morte? O Estado não investe em Feira como investe em SSA”, pontuou.
 
Segundo o edil, ser oposição é fácil. “É fácil falar de um buraco aqui e outro ali, de uma lâmpada queimada. Porque não fala da mazela que está a saúde ofertada pelo Estado em Feira? Mas, só fala do que o Município não faz. É fácil jogar para a galera. Colbert tem trabalhado bastante, investido,  melhorado estradas, avenidas e muito mais”, garantiu.
 
 
 
 
 


Câmara Municipal LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje