Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, terça, 25 de junho de 2019

Geral

Projeto Talentos da Comunidade é apresentado no 35º BI

03 de fevereiro de 2015 | 15h 34

O projeto tem o objetivo de promover a formação e qualificação de jovens em bairros com alto índice de violência

Projeto Talentos da Comunidade é apresentado no 35º BI
O Projeto Talentos da Comunidade foi o tema de reunião realizada pela Central Única das Favelas (CUFA), na manhã dessa terça-feira, 3, no auditório do 35º Batalhão de Infantaria. Participaram da reunião representantes das secretarias municipais de Educação, Cultura, Habitação, Prevenção à Violência, Saúde, Serviços Públicos, Meio Ambiente, Desenvolvimento Social, as Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, 3ª Ciretran, Ministério Público, OAB, Defensoria Pública, Sebrae, Senai, Sesc, Sest, Coelba, Embasa, Associação Comercial, Câmara de Vereadores, UEFS, além de representantes de empresas privadas entre outros.
 
Parceria das iniciativas pública e privada, o projeto tem por objetivo promover a formação e qualificação de jovens que residem em bairros que têm grande índice de violência e onde existem unidades de Polícia Pacificadora. Os bairros George Américo, Rua Nova, Aviário, Tomba e residenciais do programa Minha Casa, Minha Vida serão os primeiros a receber o projeto.
 
Segundo Evaldo Alves, coordenador da Central Única das Favelas, “nosso objetivo é colocar pessoas que representem instituições públicas e privadas, em projetos dentro das comunidades que têm um alto índice de violência e tráfico de drogas”.
 
“O projeto foi criado há 4 anos para ser executado em escolas públicas", relata Evaldo Alves. Ele diz ainda que vendo o sucesso que foi o projeto Talentos da Comunidade, e o índice alarmante de jovens sendo levados pelas drogas, “resolvemos ampliar o projeto para contribuir ainda mais através da educação, cultura, cidadania, e levar outros benefícios para essas comunidades. Enfim, resgatar tudo aquilo que existia e que foi perdido”.
 
De acordo com o comandante do 35º BI, coronel Paulo Sérgio Brito Santos, projetos como esse são de suma importância para a sociedade. “Promove justamente oportunidades para que esses jovens das comunidades menos afortunadas possam ter melhorias de condição de vida. Além de contribuir para a comunidade”, destaca.


Geral LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje