Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, sábado, 14 de dezembro de 2019

Política

PSL monta estratégia para barrar criação do partido de Bolsonaro

12 de novembro de 2019 | 08h 49
PSL monta estratégia para barrar criação do partido de Bolsonaro
Foto: Divulgação/PSL

O PSL vai agir em diversas frentes para impedir que o partido que o presidente da República, Jair Bolsonaro, quer criar saia do papel antes de março de 2020, a tempo das eleições municipais.

Segundo a coluna Painel, do jornal Folha de S.Paulo, o partido deve expulsar e pedir o mandato de parlamentares que apoiarem a criação da nova legenda – e vai incentivar suplentes a fazerem o mesmo. Em outra ponta, o PSL deve montar uma força-tarefa para impugnar as assinaturas que forem apresentadas a cartórios eleitorais.

Ainda de acordo com a publicação, Bolsonaro vai impulsionar a divulgação da coleta de assinaturas para a nova agremiação nas próprias redes, e também vai estrelar vídeos institucionais no site do novo partido.

Os idealizadores da nova legenda dizem que as adesões de políticos vão acontecer em duas etapas: prefeitos, governadores e senadores virão antes; deputados e vereadores só ingressarão quando o partido estiver pronto e registrada.

Se não conseguirem garantir boa parte do fundo partidário do PSL levando mais da metade da bancada da sigla para a nova legenda, os advogados de Bolsonaro vão pedir que a parcela da verba que caberia aos deputados que deixarem o partido seja devolvida aos cofres da União.

FONTE: Bahia.ba



Política LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje