Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, segunda, 18 de novembro de 2019

Saúde

Feira de Santana confirma caso de sarampo após 21 anos sem registros, diz secretaria do município

06 de novembro de 2019 | 23h 08
Feira de Santana confirma caso de sarampo após 21 anos sem registros, diz secretaria do município
Foto: Reprodução
A Prefeitura de Feira de Santana confirmou o primeiro caso de sarampo na cidade após 21 anos sem registros. A informação foi divulgada pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) do município nesta quarta-feira (6).
 
De acordo com a assessoria da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Feira de Santana, um homem adulto, que não foi vacinado, teve o diagnóstico confirmado no dia 29 de outubro. O órgão notificou 42 casos suspeitos, com 22 descartados e 19 em investigação.
 
Segundo a SMS, a Vigilância Epidemiológica realizou o bloqueio vacinal de todas as pessoas que tiveram contato direto com o paciente, conforme recomendado pelo Ministério da Saúde.
 
O órgão informou que foram feitos inquérito vacinal casa a casa, varredura e intensificação vacinal dos moradores na área geográfica. Uma equipe de médicos monitoram contatos diretos e indiretos do paciente.
 
Em Feira de Santana a segunda etapa da campanha nacional de vacinação começa no dia 18 de novembro e segue até o dia 30 para jovens adultos não vacinados de 20 a 29 anos de idade. As vacinas podem ser encontradas em todas as unidades básicas de saúde do município de segunda a sexta-feira.
 
O sarampo é uma doença infecciosa, extremamente contagiosa, transmitida pela tosse e espirro, e pode ser contraída por pessoas de qualquer idade.
 
O último balanço divulgado pela Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), na última segunda-feira (4), registrou 26 casos de sarampo confirmados e 276 em investigação entre janeiro e o dia 26 de outubro deste ano.
 
Conforme informou a Sesab, a cidade de Santo Amaro, no recôncavo baiano, é onde concentra o maior número de casos confirmados, 13 foram registrados. Em Gandu são cinco casos; em Salvador e Ituberá, são dois casos. Já nas cidades seguintes, cada uma possui um caso confirmado: Andorinha, Camaçari, Jacobina e Palmeiras.

 


Saúde LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje