Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, segunda, 14 de outubro de 2019

Educação

Comunidade de Jaíba aprova adesão ao modelo cívico-militar para a Escola Municipal Quinze de Novembro

26 de setembro de 2019 | 10h 43
Comunidade de Jaíba aprova adesão ao modelo cívico-militar para a Escola Municipal Quinze de Novembro
Foto: Tarcilo Santana

A comunidade escolar do distrito de Jaíba aprovou por unanimidade a adesão da Escola Municipal Quinze de Novembro, da Rede Municipal de Educação, ao modelo cívico-militar. A decisão foi tomada em audiência pública realizada na própria unidade de ensino na manhã desta quarta-feira, 25. O debate é motivado pelo Programa Nacional das Escolas Cívico-militares, de autoria do Ministério da Educação em parceria com o Ministério da Defesa, que propõe a implantação de 216 escolas deste tipo no Brasil até 2023.

Participaram do encontro pais, estudantes, representantes de associações comunitárias, da gestão escolar e do colegiado de professores, além da diretora do Departamento de Ensino da Secretaria Municipal de Educação, Jozelia Araujo. A manifestação de interesse da escola segue para avaliação do Governo Federal, uma vez que cada estado poderá ter apenas duas unidades de ensino, de acordo com a iniciativa.

O Programa Nacional das Escolas Cívico-militares apresenta um conceito de gestão nas áreas educacional, didático-pedagógica e administrativa, com a participação do corpo docente da escola e o apoio dos militares. Sua proposta é que militares atuem no apoio à gestão escolar e educacional, enquanto professores e demais profissionais da educação continuam responsáveis pelo trabalho pedagógico.

A aprovação da comunidade escolar é um dos pré-requisitos para adesão ao modelo.  A escola também deve estar em localizada em zona considerada de situação de vulnerabilidade social e com baixo desempenho no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb); estar localizada na capital do estado ou na respectiva região metropolitana; oferecer Ensino Fundamental II e/ou Médio e, preferencialmente, atender de 500 a 1000 estudantes nos dois turnos.  Todos os pré-requisitos são atendidos pela Escola Quinze de Novembro.

DISCIPLINA E INVESTIMENTOS

A disciplina é uma marca registrada das escolas militares. Este foi um aspecto destacado pelo professor Marcelo Martins, gestor da Escola Municipal Quinze de Novembro, que tem experiência numa unidade de ensino deste tipo. “Eu vim de uma escola militar e sei que dá certo. E é por isso que eu trago essa proposta para vocês com tanta empolgação”, defendeu.

A professora Jozelia Araujo parabenizou a comunidade pela decisão. “Este é um projeto que vem somar, e não apenas do ponto de vista da disciplina. Agora é o momento de trazermos mais conhecimento e mais oportunidades para esses jovens que vão sair daqui para encarar o mercado de trabalho e ter uma vida digna. Para que eles tenham um caminho seguro e melhor pela frente”, afirmou.

Caso seja uma das selecionadas, a escola passaria a contar com o apoio direto do 35º Batalhão de Infantaria de Feira de Santana. A unidade de ensino também receberia recurso da ordem de R$ 1 milhão do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, FNDE, para despesas com materiais, atividades esportivas e de musicalização, e também para ajudar na aquisição de uniformes – cada estudante terá três uniformes: um para festas, outro para as aulas regulares e mais uma para atividades físicas.

FONTE: PMFS



Educação LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje