Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, sábado, 14 de dezembro de 2019

César Oliveira

Justiça não é só para preto, pobre, e puta

César Oliveira - 06 de agosto de 2019 | 18h 59
Justiça não é só para preto, pobre, e puta

Todo mundo sempre disse e escreveu que a Justiça do Brasil erá só para 3 P: preto, pobre e puta. A Lava-Jato arrebentou esse conceito e produziu algo que nunca imaginamos: empresários e políticos na cadeia.

Dos condenados não há nenhum pobre, ao contrário, lá estão os maiores empresários do país, acostumados a saquear os cofres da nação de todas as maneiras possíveis , que viram, pela primeira vez, a Justiça sendo feita. Políticos que comandaram o maior projeto de corrupção da história, liderados por Lula, foram presos e condenados. Dois ex-presidente presos( Lula e Temer); outros, investigados( Collor e Dilma);  e ex-candidatos a Presidência, também ( Haddad e Aécio), além de governadores, senadores, deputados, tesoureiros, Ministros,  e outros, enfrentaram os Tribunais e a cadeia.

A grande reação do " mecanismo" contra Deltan e Moro, alegando filigranas jurídicas extremamente controversas e negadas por muitos juristas, amplificadas pela mídia orfã das verbas, é para soltar o criminoso Lula- condenado em 3 instâncias- e garantir a continuação das relações pantanosas em que viviamos. 

Não precisamos de menos Lava-Jato. Ao contrário. A prisão do dono do grupo Petropólis ( Itaipava), acusado de ser parceiro na lavagem de dinheiro da Odebrecht é sinal que ainda há muito por se fazer.

A população precisa apoiar a Lava-Jato- que se corrija eventual excesso se houver-, e não permitir sua dissolução para atender bandidos e cúmplices de políticos ladrões. 



César Oliveira LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje