Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, sábado, 04 de julho de 2020

Segurança

Quadrilha desliga rede telefônica e destrói banco em Quijingue

05 de junho de 2015 | 11h 12
Quadrilha desliga rede telefônica e destrói banco em Quijingue
Explosão em Quijingue na Bahia

Cerca de 20 homens armados com fuzis e pistolas tocaram terror e destruíram uma agência do Banco do Bradesco na cidade de Quijingue, a cerca de 300 quilômetros de Salvador, na madrugada desta sexta-feira (5). Segundo informações da delegacia, este mesmo banco foi explodido há um mês e seria inaugurada nesta sexta-feira. O crime durou cerca de 40 minutos.

De acordo com a investigação, os suspeitos chegaram em seis veículos, dentre três carros de passeio, uma caminhonete e duas motos, e cercaram a cidade.

"Eles se distribuíram e, nesse momento, a rede telefônica ficou sem funcionar por mais de 2h. Assim que eles chegaram ao banco, fizeram cerca de cinco explosões com dinamites na região do cofre. Com isso, a agência ficou completamente destruída", relatou Dantas, chefe de investigação da unidade policial.

Os quatro caixas eletrônicos novos, que seriam inaugurados nesta sexta, ficaram danificados, bem como uma loja e uma casa, localizadas ao lado da unidade bancária. "Parecia guerra. Eles fizeram pânico na cidade, atirando para todos os lados", disse o investigador.

Durante a fuga, a polícia ainda tentou perseguição aos criminosos, mas tiveram os pneus de três viaturas furados por causa dos pregos que foram jogados no chão pelos suspeitos, impedindo a ação da Polícia Militar (PM).

Segundo a polícia, um dos veículos utilizado pelos suspeitos foi encontrado em uma estrada próxima ao município de Nordestina. No entanto, nenhum dos suspeitos foi localizado, até por volta das 9h30.

Sobradinho
Nessa mesma madrugada, uma quadrilha com cerca de 15 pessoas, de acordo com a polícia, destruiu a agência bancária do Bradesco da cidade de Sobradinho, região norte, após explosão de caixas eletrônicos do estabelecimento financeiro.
 
Os criminosos atiraram contra a cidade com armamentos de grosso calibre, como fuzis e metralhadoras, e fizeram dois moradores de reféns. 
 
Segundo a Polícia Civil, os criminosos participaram e ficaram divididos em três grupos - dois nas duas saídas da cidade e um que realizou o ataque ao banco. Um vendedor de sandálias e um colega foram rendidos dentro do carro em que estavam e levados para agência, onde foram feitos de "escudo". De acordo com a polícia, a quadrilha conseguiu fugir em direção à cidade de Sento Sé com o dinheiro do banco. Não há informações sobre a quantidade levada.
 
Quadrilha explode caixas eletrônicos na cidade de
Sobradinho, na Bahia
 
Conde
Na terça-feira (2), uma quadrilha armada com fuzis e formada por pelo menos 20 pessoas invadiu a cidade de Conde, gerando pânico entre a população e a polícia. De acordo com a Polícia Civil, os criminosos atiraram por mais de 20 minutos e os disparos atingiram a delegacia, a viatura e o alojamento da Polícia Militar (PM). Em seguida, eles se dirigiram à agência do Banco do Brasil, renderam funcionários, fizeram os clientes de "escudo humano" e fugiram com reféns. Os criminosos ainda não foram achados.

FONTE: G1BA



Segurança LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje