Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, sábado, 21 de setembro de 2019

Bahia

Organizador da Peladatona defende evento: 'As crianças já vão estar dormindo'

21 de julho de 2019 | 11h 08
Organizador da Peladatona defende evento: 'As crianças já vão estar dormindo'
Foto: Reprodução
Adepto do naturismo, o cantor de arrocha e motorista de aplicativos Valter das Virgens defendeu a "1ª Peladatona de Salvador", evento que organiza e que promete fazer homens e mulheres sem roupas correrem do Cristo ao Farol da Barra no próximo dia 6 de setembro. 
 
Alvo de moção de repúdio na Câmara de Vereadores de Salvador (CMS) (leia aqui), o evento ainda não tem permissão da prefeitura para ocorrer (veja aqui). Mas Valter das Virgens acredita que conseguirá o aval necessário. 
 
“Eu não pedi a licença municipal ainda. Mas pretendo passar por todos os trâmites burocráticos. Quero falar com o prefeito e com o coronel Anselmo Brandão (comandante-geral da PM)”, disse o organizador ao jornal Correio. 
 
Valter ainda defendeu a Peladatona.  “As crianças já vão estar dormindo. Não tem problema algum!”, falou. Na corrida, segundo Valter, não será permitido sexo ou “atos pornográficos”. “Eu sou apenas uma pessoa a favor da liberdade! Fui criado na roça, tomando banho de rio nu. Quando o Brasil foi descoberto os índios estavam todos nus aqui. Ou não?”.
 
A reportagem narra que a ideia do evento surgiu como uma brincadeira. Recente frequentador de festas liberais, Valter começou a ser cobrado em um grupo de WhatsApp para organizar algo diferente.  “Um grupo de argentinos me procurou. Vem gente de todo o Brasil. Tem um pessoal querendo fazer excursão para participar da corrida”, garantiu. 
 
O arrocheiro calcula que pelo menos 600 pessoas estão dispostas a se inscrever. Inicialmente, ele cobraria valores simbólicos: R$ 20 para homens e R$ 10 para mulheres. Agora, anunciou que a inscrição será gratuita. “Não vou dizer para a pessoa ir para o trabalho nua, ir ao banco nua, mas fazer uma brincadeira para se divertir meia-noite? Qual é o problema? As pessoas que vão pra lá são as que estão a fim de se divertir. Se você não está, paciência”, argumentou. 


Bahia LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje