Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, segunda, 14 de outubro de 2019

Valdomiro Silva

O incrível quarto gol do Liverpool, que despachou o Barcelona, entra pra história

07 de maio de 2019 | 21h 26
O incrível quarto gol do Liverpool,  que despachou o Barcelona, entra pra história
Liverpool- Correio do Povo
O que fizeram Alexander-Arnold e Origi, jogadores do Liverpool, no jogo de hoje à tarde, que decidiu a vaga em favor do time inglês na final da Champions League, foi algo impressionante e que vai ficar na história do futebol. Ambos merecem uma placa em Anfield, o estádio dos Reds. 
 
No jogo em que o Liverpool teve que superar o poderoso Barcelona e sua vantagem de três gols obtida no primeiro confronto do mata-mata semifinal (o placar final foi 4x0 para os ingleses), o quarto e decisivo tento foi assinalado de maneira genial.
 
Alexander-Arnold enganou seis jogadores espanhóis na cobrança de um escanteio. Posicionou-se para bater o corner e, de repente, deu alguns passos como se fosse deixar seu companheiro Shaqiri, que estava próximo, fazer a cobrança.
 
De repente, ele volta rápido para a bandeira e bate rasteiro até a área. Origi, sozinho entre meia dúzia de defensores do Barça, todos dispersos, percebeu o movimento. Virou o corpo, aguardando a bola chegar, e apenas completou para o gol, onde o atônito arqueiro Ter Stegen observava sem nada entender.
 
Merecido o triunfo do Liverpool, um time melhor no primeiro tempo e muito superior na segunda etapa do jogo, contra um adversário que surpreendentemente se deixou abater a partir do segundo gol sofrido.
 
O Barcelona amarga pelo segundo ano uma eliminação em que tinha ampla vantagem sobre o seu adversário. No ano passado o campeão espanhol sucumbiu diante da Roma mesmo com a vantagem de dois gols conquistada no primeiro jogo eliminatório. 
 
Agora, o Liverpool vai esperar o outro finalista, que sai do confronto entre Ajax da Holanda e Tottenham da Inglaterra. A vantagem neste duelo é do Ajax mas não se pode dizer que há alguma coisa definida. Pelo contrário, esta semifinal se encontra totalmente aberta mesmo depois do grande triunfo holandês, em Londres, por 1 a 0, o que lhe dá a vantagem de atuar pelo empate. 
 
Provável mais jovem time dessa Champions, o Ajax atua em casa, terá o apoio da torcida, mas enfrentará um grande e perigoso adversário.


Valdomiro Silva LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje